FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

16. Novo Apartamento


Fic: Hermione Granger Está Morta e Vivendo em Nova York


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Novo Apartamento

Uma semana após a estreia de Gabrielle em Renascimento , ela nos disse que ia morar com o diretor. Assim, do nada.
-Por que vai se mudar?
-Estou com vontade. Ele me pediu para viver com ele e eu resolvi que vou.
-Você não pode nos deixar assim.
-Por que não? Posso fazer o que me der vontade. Quem é você para me impedir?
-Adeus, Gabrielle.

No New York Times : “Duas garotas procuram uma terceira para dividir o seu novo e moderno apartamento no Village. $60 dólares por mês. Tel. 555-8342”.
O anuncio estava errado. Telefone errado. Repetimos o anuncio. Para ser honesta, devo admitir que continuava errado. Devia dizer “Duas garotas e Colin procuram uma quarta”.
Recebemos vários telefonemas.

– Alo. – eu atendo.
Respiração ofegante.
-Alo? – eu falo de novo.
-Qual é o tamanho dos seus peitos?
Risadinhas e clique.

Oito ligações de garotas procurando uma casa e oito ligações de tarados.
Todas as garotas perguntavam quantos quartos tinha. Quando respondíamos “um” e elas diziam “adeus”. Duas vieram ver, mas acharam muito pequeno.

No domingo seguinte, no New York Times : “Duas garotas querem dividir o apartamento com outra. Bonito, mas pequeno, um quarto. 555-8343”.
Dessa vez, entrevistamos um monte. Já encontraram alguém que nunca viram e que talvez tenham que conviver? Como se descobre se ela é limpa, cooperativa e bem educada? Olhamos para ela e vemos se tem unhas limpas e não parece que vai arruinar a nossa vida social por causa do seu longo e belo cabelo loiro natural, então aceitamos. Aceitamos Padma Patil (irmã de Parvati, a garota da loja de bolsas) e foi um grande erro.
Padma era limpa, mas nada cooperativa e bem educada. O aluguel estava sempre atrasado, fazia chamadas de longa distancia que se recusava a pagar e transava em casa.
Sim, a Srta. Patil trazia seus admiradores para casa e levava os para o quarto – o NOSSO quarto, diga-se de passagem – e transava. Fazia isso com freqüência e vamos dizer que ela demorava. Gina, Colin e eu passamos longas noites do sofá esperando que o zíper da calça fossem fechado e certas pessoas se retirassem.
Gina e eu fomos literalmente chutadas do nosso próprio apartamento. Tínhamos que nos livrar da ativa Sra. Patil e também tomar uma importante decisão – nosso contrato terminava em setembro. Como aconteceu isso? Eu não esperava viver com Gina um contrato inteiro. E o que fazer agora? Linda tinha possibilidades de casamento toda a semana e as recusava porque eles eram republicanos, ou não gostavam de J. K. Rowling, ou vestiam-se mal. E havia uma novidade – não tinham a menor chance se não adorassem o último álbum do Nickelback. Eu ainda estava imaginando quando Neville ia me pedir em casamento para eu recusar, mas até aquele momento, nada.
Estávamos um pouco mais velhas, um pouco mais sábias e muito mais melancólicas, graças a Padma. Como foi acontecer isso? Por que nos preocupávamos com outro contrato em vez de imaginar que presente compraríamos para os nossos maridos? Não estávamos exatamente em pânico, mas refletíamos a esse respeito. Estava acontecendo – o amor e o casamento estavam nos deixando para trás.
-Temos que nos livrar de Padma, Mione.
-Nosso contrato termina daqui há alguns meses, de qualquer jeito. Por que não procuramos um outro lugar para morar? Só para nós duas, já que se uma das duas se casar, a outra não tenha tanto trabalho? Será bem mais fácil encontrar uma pessoa para dividir o apartamento do que duas.
-É – disse Colin, que não tinha a menor intenção de renunciar ao nosso sofá vermelho.
Foi Gina quem decidiu que devíamos procurar no Upper East Side, pois o Village estava cheio de gays e garotada. A garotada era pessoas da mesma idade que tínhamos quando fomos para lá. Aprovei a idéia porque eu aprovava as idéias de qualquer uma que fosse magra.
E assim foi impossível voltar a Europa. Passamos as férias inteiras procurando um apartamento aceitável e barato no Upper East Side.
Procuramos por doze suados dias. Somente eu estraguei três vestidos com manchas de suor. Enfrentamos as mesmas mentiras dos anúncios classificados e fomos derrotadas pelas mesmas corretoras.
-Não sei, realmente não sei. É menor que nosso atual apartamento e só 30 dólares a menos...
-Depende de vocês. Certamente já devem ter procurado bastante... [Era fácil deduzir pelo estado das nossas axilas e cabelos]. O que posso dizer é que, quando se resolverem, o apartamento já estará alugado.
-Está bem.

Na casa da minha mãe...
-Mamãe, paguei um deposito por um novo apartamento. [Mamãe, faça alguma coisa. Me tire de lá. Arranje o melhor advogado do país, me tire de lá e arranje um apartamento para mim].
-Boa sorte. Onde fica?
-na rua 77 Leste, n°201. [Eu detesto, mamãe, me tire de lá, por favor. POR FAVOR!]
-Que bom.
-Nem ao menos sei se gosto dele. [Arranje o advogado].
-Você sempre se sente assim no começo. Estou certa que você vai adorar. Seu pai e eu vamos lhe dar de presente 300 dólares para você comprar algo bem bonito para o apartamento.
Por que ela não berrou, gritou e conseguiu meu dinheiro de volta? O que estava acontecendo?
Avisamos a Padma que estávamos de mudança. Ela ficou no apartamento e arranjou uns seis estranhos para morar lá com ela.
Nossos amigos nos ajudaram a fazer a mudança. Dissemos as nossas mães que não precisavam vir e elas não vieram (Será que não nos amam mais?). Assim, fui eu que tive que limpar os banheiros e Neville ajudou a arrumar a casa. Com os 300 dolares, comprei algumas almofadas, uma nova colcha em promoção, cortinas feias também em promoção e um abridor de latas elétrico (assim podia chegar mais depressa à comida).
Não foi como a nossa primeira mudança. Gina teve um encontro na primeira noite. Eu lavei o cabelo.
Em todos os filmes, as garotas só têm um apartamento antes de se casarem.
________________________________________________________________

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.