FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

11. # Tchau, tchau, Drácul -- ¤ ÚL


Fic: °-° The Weasley Power °-°


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

-- Aaaaiii!! -- Gritou Hermione, ao sair da lareira dos Weasley e se chocar diretamente com Fred, que observava o interior da lareira com apreensão. Os dois caíram no chão com estrondo, causando risos dos dois na cozinha destruída dos Weasley. Rony saiu da lareira, de pé, e observou, nervoso, todo o ambiente.




-- Cadê Drácul? E os montros? Cadê todo mundo?? -- Perguntou o garoto, olhando nervoso para Fred, um tanto maluco, como se temesse que tudo não se passara de um sonho.




-- Calma, baixa a bola, ô ruivo! -- Disse Fred, gargalhando. -- Está tudo bem, parece que houve uma rebelião dentro do próprio grupo de monstros, não dá para dizer que eles realmente tenham funções para os neurônios... enfim, eles se detonaram antes de chegarem aqui, e desistiram de ver... Gina está com Drácul lá embaixo, parece que ele está melhor. Mas acho melhor você mesmo ir ver.




-- Mas é claro que eu vou. -- Disse Rony, ofendidíssimo. Porém, ao pisar com mais força no chão, lembrou-se vivamente da enorme farpa de madeira que lhe atravessava a pele e furava veias. Com uma careta de dor, Rony se atirou em uma cadeira, arrancou o sapato e a meia do pé machucado, e ficou contemplando, com horror e nojo, o sangue sair cada vez mais veloz de suas veias. Hermione tapou a boca para ocultar um grito.




-- Rony, como isso aconteceu? -- Disse a garota, petrificada, voltando ao seu estado normal de irritação com o amigo.




-- Ahh, não foi nada, eu.... bati meu pé na escada....




A garota mirou o pé do amigo, algumas rugas formando-se em sua testa.




-- Melhor você fazer uma visita ao St. Mungus.... isso está horrível!




Dobby chegou sorrateiramente perto do pé machucado de Rony, focalizou-o em seus olhos enormes, fechou-os, e, ao abrí-los de novo, encostou no pé do menino. A lasca de madeira saiu voando e caiu com estrépido em algum ponto na cozinha, o corte se fechou e o sangue imediatamente parou de escorrer e limpou-se automaticamente. Os três garotos miraram a ação absolutamente admirados.




-- Obrigado, Dobby -- Disse Rony, em êxtase. Ficou de pé e correu, com vitalidade, até os andares mais baixos da Toca, em busca de Drácul. Ouviu Hermione seguí-lo rapidamente, logo atrás do menino. Os dois desceram as escadas, fazendo razoável barulho, e encontraram Gina sentada no chão, os olhos rasos de lágrimas, e o sr. e a sra. Weasley, abraçados, olhando para a filha, que segurava uma carta nas mãos.




-- O que houve, o que houve? -- Perguntou Rony, nervoso.




-- Drácul... foi embora, Rony.... voltou para a Transilvânia, desistiu de morar na Inglaterra.... saiu da Toca dos Weasley... -- Disse Arthur Weasley, desanimado.




-- Mas ele não está ferido??




-- Mandamos Jorge e Gui seguirem-lo com a vassoura até chegarem no castelo dele.... não quis ficar mais... espero que esteja bem... -- Disse a sra. Weasley.




-- Ele lhe deixou uma carta, Ron -- Anunciou Gina, a frente das roupas agora molhadas de lágrimas.




Rony apanhou desanimado a carta que Gina lhe estendia. Abriu-a, e pretendia levá-la para seu quarto e lê-la com cuidado, mas Gina pediu:




-- Por favor, Rony, leia para nós. A outra carta que ele deixou, para o papai e a mamãe, não tinha nada de interessante.




-- Está certo... tá.... -- Rony abriu a carta com cuidado, retirou uma folha de papel de dentro do envelope e começou a ler.




Rony, meu mais jovem amigo:




Sinto muito ter que lhe escrever uma carta dessas, em um momento como esse. Por mais que gostasse da Toca, e de todos os seus moradores, seria impossível conviver mais tempo neste espaço, depois de tudo o que ocorreu. O mais perturbador, Rony, é que fui eu quem causou esta desgraça, dizendo aos gnomos para não se meterem com vocês. Tentei ajudar, mas pelo visto só atrapalhei o bem-estar de todos vocês. Seria insuportável viver mais tempo, de favor, na casa de amigos que tanto gosto, sabendo que causei quase sua destruição. Sou um vampiro, Rony, mas não tenho sangue gelado. Apesar de cair muito bem algumas vezes, quando não tem nada melhor para se beber.





Rony deu uma risada triste antes de continuar a ler a carta.




A Transilvânia é o meu lugar perfeito; aqui não me sentirei mais isolado do mundo, deslocado e triste.. sei que muitos familiares meus estão aqui, e mesmo tendo que conviver com algumas pessoas que ainda não gostam muito de mim, tenho certeza de que serei bem feliz. Mas não mais do que fui na Toca, posso lhe garantir. Saber que tive apoio de amigos durante todo esse tempo foi o que me manteve vivo, Rony... sei que agora você irá se sentir aliviado por não ouvir mais minhas batidas nos canos, a noite, mas espero que também sinta uma pequena falta de mim. Eu sinceramente esperava que pudesse continuar aí, para principalmente lhe...




Rony parou de ler a carta, ficando muito vermelho. Ao ver que o irmão não iria ler a carta, Gina furtou-a de sua mão sorrateiramente e continuou a ler de onde Rony parara.




... lhe dar umas dicas sobre garotas - tenho certeza de que vai vai apreciar algumas sugestões que poderia lhe dar sobre a garota Granger, principalmente, hehehe -- Gina parou a leitura da carta para enviar um olhar sugestivo para o casal, que não se olhavam, mas que sorriam, constragidos e vermelhos, para o teto -- , mas deixemos isto para depois. Tenha certeza de que ainda receberá muitas cartas minhas. Não se livrará tão cedo deste velho vampiro aqui...




Já sentindo saudades de você, e de todos os ruivos Weasley, sem esquecer-me de sua adorável amiguinha,




Drácul
.




Rony roubou a carta da mão de Gina, deliberadamente, e se trancou no quarto. Ficou horas pensando no que acontecera aquela tarde, e chocou-se consideravelmente ao ver que o Sol já raiava. Percebendo que não dormira nem por um segundo, e não se incomodando com isso, Rony levantou-se da cama para tomar café. Somente a sra. Weasley já estava de pé.




-- Meu querido, já se levantou? Pensei que iria se trancar naquele quarto a noite toda! Venha, coma uma torrada... deve estar cansado da tarde que tivemos...




-- Mãe... eu só queria saber uma coisa... como a Toca ajudou Hermione, se ela não é uma Weasley? Passei a noite inteira pensando nisso, mas...




A sra. Weasley deu um grande sorriso para Rony.




-- Talvez a casa simplesmente tenha reconhecido Hermione como uma futura Weasley, Rony. -- Disse a sra. Weasley, tentando desviar os olhos do filho. Porém, para a surpresa agradável de Molly Weasley, Rony deu uma risada alta e disse, comendo tranquilamente sua torrada:




-- É... talvez..... -- e deu um enorme sorriso, antes de continuar a saborear sua torrada.




*****

FIM!


Espero que vocês tenham gostado da minha primeira Fic! Comentem, por favor ^___^ E acredito que loguinho vocês verão mais fics minhas por aí, espero ^^ Bjs enormes para todos aqueles que comentaram, leram, ou não a minha fic!!

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.