FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

3. A razão


Fic: Hermione- A grande virada


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

A razão


Hermione esquecera seu livro de Magia aplicada na sala comunal, e quando estava descendo as escadas, esbarrou em Lilá, que estava subindo.Viu que em um canto, Harry e Ron conversavam, e que se fosse mais para o lado da escada, daria para ouvir. Sentiu-se impelida a ficar ali, escutando escondida o que falavam, e foi o que fez.

Assim que Lilá subiu, Harry puxou Ron para um canto.
-O que você quer falar de tão importante para mim que minha namorada não pode nem ao menos ouvir também?
-É exatamente sobre isso, Ron.Desde que você começou a namorar a Lilá nem ao menos troca duas palavras por dia com a Mi!
-Ah, é isso?É que a Lilá pediu para que eu desse menos bola para a Hermione. Sabe, ela tem ciúmes de mim.
Enquanto ele sorria com satisfação e orgulho, Harry acreditava cada vez menos que estava falando com o garoto que há três meses era tão seu amigo e de Mione.
-Olha, vou direto ao ponto, Ron.Você gosta mesmo da Brown?
Rony respondeu com um tom de voz visivelmente mais baixo.
-Na verdade, eu gosto mesmo é de beijá-la, não é que eu esteja perdidamente apaixonado...
-Ron, você não percebeu o quanto a Mione gosta de você?
-É outro motivo para eu ficar longe.Eu também gosto da Mione, mas não dá para ficarmos juntos.Como eu vou namorar uma garota que não cuida nem de si mesma?Não se preocupa com a aparência, em ser bonita, e só sabe estudar, estudar e estudar?Quando paramos para conversar mesmo, ela é realmente muito legal, mas no resto do tempo insuportável, Harry. Não combina comigo.Prefiro a Lilá, que pelo menos é bonita, e não implica com tudo que eu faço ou deixo de fazer.

No mesmo momento, duas pessoas tiveram uma reação a essa fala totalmente diferente.

Harry quis matar Ronald Weasley. Apertar aquele pescoço até ele parar de respirar. Onde estava o Rony, aquele que conhecera no Expresso no primeiro ano, que era tão legal e tão amigo dele e de Mione?Aquele garoto legal e que nunca, como ele, ligara para a aparência das pessoas, para se elas tinham dinheiro ou se eram puro sangue?Porque aquele Ron que estava na sua frente e que tinha falado aquilo não era O Ron, o seu verdadeiro e melhor amigo.À vontade de matar foi substituída por uma de bater na cabeça dele até que ele voltasse ao normal e dissesse “Brincadeira!”.Mas ao ver que isso não aconteceria, resolveu que não sujaria suas mãos naquele garoto.Simplesmente deu as costas a ele e foi dormir.

Hermione ficou paralisada.Ouvira desde a parte do “Desde que você começou a namorar a Lilá” até a última palavra do seu grande amor.Pelo choque, estava impedida até de chorar, pois ainda estava digerindo o que Ron dissera.Suas pernas começaram a ficarem moles, e sua respiração a falhar.Então era esse o motivo de tanto desprezo?Porque ela era feia...E chata?Por isso ele nunca olharia para ela?Sua primeira reação foi de querer correr até ele e implorar para ele dizer que era mentira.Mas fez a segunda.Esqueceu do livro e correu para seu quarto.



Sem nem tirar os sapatos, jogou-se na cama, nem percebendo que o dormitório estava vazio. Um dilúvio começou a brotar dos seus olhos, escorrendo pela sua face e molhando a fronha do travesseiro e os lençóis.Tudo o que ele dissera corriam pela sua mente, a deixando mais triste e a fazendo chorar mais e mais.Parou Quando não tinha mais lágrimas a serem derramadas, e isso já era mais de duas da manhã.Sentia-se esgotada, como se tivesse corrido uma maratona, e seu coração estava vazio como se um dementador tivesse sugado toda a sua felicidade.Adormeceu quando não agüentava mais chorar e seus olhos ardiam.


No outro dia, nem ela nem Harry trocaram se quer uma palavra com o ruivo.E a menina também não se sentia disposta a falar com Harry, principalmente quando se deu conta de que ele não sabia que ela tinha ouvido a conversa, e que ele também não lhe contaria, deixando-a se enganar.Não prestou atenção em nenhuma das aulas do dia, tão pouco comeu nas refeições.Andava parecendo um zumbi pela escola, rezando para não ser notada, e acreditando que quando olhavam para ela era para dizer como ela era feia.Ficou o tempo todo olhando para o nada e remoendo as palavras da noite passada, acrescentando outros motivos para ele não a querer, como ela ser sangue-ruim.Até os xingamentos diários de Malfoy a abalaram naquela quarta-feira.Sentia-se o pior dos seres do universo, a única pessoa que não merecia ser amada, nem apreciada.Uma voz lhe disse “E o Vitor Krum?”. Ela chegou à conclusão que ele só queria zoar com ela, enganá-la e mostrar para seus amigos como ela era idiota.No estado em que se encontrava, esqueceu-se das cartas que ele mandara depois do quarto ano, e de como todos falaram que ela estava bonita no baile.Hipócritas.Todos queriam brincar com a idiota da Hermione.

À noite, ao chegar na sala comunal, viu Ron e Lilá brincando juntos.Ficou olhando, olhando e pensando.De repente, a expressão de Hermione se endureceu, a tristeza se transformando em ódio.Foi até o espelho do quarto e se mirou. Feia...Desarrumada? Pois bem, ele engoliria tudo o que dissera, se arrependeria de um dia ter pensado nisso.Sua mente se preencheu com uma palavra, “Vingança”.Deitou-se e a única coisa em que conseguia pensar foi seu plano.E o que lhe deu forças para continuar a viver foi a imagem da cara que Ron faria quando ela lhe mostrasse como ele estava enganado.Não consegui dormir naquela noite, mas quando se levantou para tomar café no outro dia, tudo o que faria estava totalmente arquitetado.



-Exagerei nas palavras do Ron?Desculpas para quem gosta dele, eu também gosto, mas nessa fic ou ele era um canalha total ou simplesmente não rolava...
Não sei se deu para perceber, mas já comecei a colocar insinuações do shipper principal, H/H...
No próximo capítulo já começa “a grande virada”, eu queria demorar um pouco mais, mas iria ficar mais chato do que já esta...
Obrigada a quem leu até aqui espero q até o próximo, e só para lembrar, eu amo comments, ok?

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.