FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 



(Pesquisar fics e autores/leitores)



 




 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

1. Batismo


Fic: O BEIJO DO DIABO – 1° Cap On! Comentem!


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Parte 1 - Batismo


4 horas da manhã e um velho com um aspecto de quem um dia tinha servido ao exercito estava olhando o céu pela janela da sala do seu apartamento que ficava no 25 quinto andar de um certo arranha-céu de Londres. Ninguém até hoje se deu conta de quem ele era, afinal não era do feitio dos ex-agentes da KGB ficarem se expondo, ele já era velho e não podia mais se vangloriar com as “profissionais do sexo” que estavam sempre interessadíssimas nas historias dele apesar de ele próprio saber que elas não acreditavam em uma palavra sequer. Mas que droga, quem acreditaria?

- Fui agente por mais de 25 anos e agora meus compatriotas me abandonaram e sou cassado pelos americanos – A sua voz cansada de quem já sofreu muito na vida falou a ultima palavra com tanto desprezo que ele teve que tossir, pois sua voz saiu muito mais áspera do que o necessário.

Seu ouvido era treinado e seu “exílio” no apartamento fizera a sua audição aumentar, ele sempre teve uma alimentação impecável acompanhada de exercícios regulares o que fazia ele não ser igual aos outros velhinhos e apesar de ter 65 anos ele ganharia no braço de qualquer “trintão”. Ouviu um pequeno “ploft” vindo certamente da cozinha.

- Droga de vento vive derrubando as coisas. – Apesar de saudável ele era muito rabugento. De 1º quando chegou na cozinha aparentemente estava tudo no lugar, ele desconfiou de que algo não estava bem na verdade ele fora treinado para não confiar nem na própria sombra. Ouviu passos a 1 metro atrás dele. Não hesitou, puxou sua Desert Eagle, com silenciador, e efetivou dois disparos ambos passando não mais que dois centímetros de distancia da cabeça de Rony. No estante seguinte o velho Fiódor Dostoievski estava no chão e só conseguia mexer os olhos.

- Não te disse Rony? Não se subestima um ex-agente da KGB. – Hermione falou com sua voz mandona.

- Ta vendo aquele quadro ali Rony? Se não fosse hermione iria ter mais do que tinta sobre ele. – Harry surgiu do quarto do Sr. Dostoievski. Rony ainda estava paralisado pelo susto, mas logo se acalmou e pegou os dois projeteis que estavam no chão murmurando algo como “o papai vai adorar isso”.

- Hermione tem certeza que ele não vai conseguir resistir ao feitiço e tentar algo?

- Claro que tenho. Podem ir agora, eu cuido dele.

- Cuidado. – sussurrou Rony enquanto beijava Hermione. – tchau.

- Nos voltaremos às três.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Draco estava escorado na sua Yamaha, uma moto que não era nada discreta, mas com o dinheiro que ele estava ganhando poderia comprar coisas como uma moto de 35 mil dólares. Fumava olhando Alguns encapuzados se mexerem poucos metros a sua frente. Apesar de já ser normal ficar perto dos dementadores ele não conseguia se adaptar a eles, odiava aquela sensação. Draco estava alto e forte, seus cabelos que um dia foram quase brancos de tão loiros estavam mais escuros apesar de ainda bastante loiros, estava com as mangas da camisa levantadas deixando a mostra sua tatuagem de comensal.

- Muito Bem Draco, cinco lobisomens, dez dementadores, e dez comensais, agora você tem o seu próprio regime, não quero hesitações nem desobediências. Eles são seus “homens” agora, prove a eles que você pode comandá-los, eu já perdoei você uma vez, se houver algum outro erro eu próprio mandarei os dementadores lhe darem o beijo. – Draco se lembrava muito bem do “perdão” de Voldemort. Foi torturado durante uma semana, já que se Voldemort matasse Draco perderia Severo e isso não era uma possibilidade. Draco foi treinado pelo próprio Snap durante um ano e agora teria uma espécie de pequena força de batalha para algumas missões. Como a que ele estava prestes a realizar, invadir o ministério trouxa, mas sem intenção de esconder nada. Ele mataria o primeiro ministro Trouxa a qualquer preço.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Lord Voldemort estava olhando para seu aprendiz nº 1, havia muitos boatos acerca desse aprendiz. Alguns diziam que Voldemort gostava dele outros arriscavam dizer até que ele era filho de Voldemort. Nada era certo, só que esse aprendiz fora treinado por Voldemort em pessoa, ou seja, ele seria simplesmente brilhante.

- Chegou o dia de você sair da minha proteção – disse em tom solene – tenho certeza que você será de grande ajuda a minha, a nossa causa.

- Não desapontarei você mestre.

- É claro que não desapontará! – disse um pouco impaciente – Eu mesmo te treinei por dois anos e antes disso você freqüentava excelentes companhias. Hoje você vai ser batizada. – disse rindo como se tivesse falado algo muito engraçado.

- Tragam o verme! Muito bem, muito bem. Rabicho como você foi deixar alguém te seguir? Aquela base que nos perdemos era muito importante e você seu verme asqueroso se deixou seguir, sabe o que eu...

- Não mestre, não eu não falharei mais não, não, não.... – ele tinha passado 5 dias trancado num quarto sem comer, estava delirando mas conseguiu perceber que o seu fim estava próximo.

- Crucio! .... Não, mas me interrompa rabicho. – com um sorriso maldoso no rosto se virou para o aprendiz e arrematou – Bem, só falta uma coisa para você ficar completo, o batismo de morte.

Ela não pode conter a tristeza em saber que tinha duas escolhas, matar ou morrer.Sua mão se elevou e apontou para rabicho que tentava se livrar de todas as formas do feitiço que o impedia de se mexer. Ela viu os olhos dele, estavam brilhando pela quantidade de lagrimas que escorria neles, ela tinha matado animais, mas uma pessoa era muito diferente, sua mão tremia enquanto sua mente queria matá-lo logo, por diversas vezes sua boca se abriu mais ela não conseguiu pronunciar o feitiço mortal. Ela estava suando muito, sentia a adrenalina a mil, os olhos de Voldemort estavam focalizados nela e a esse ponto ele pensou que ela não fosse capaz.

- Avada Kedavra - Sussurrou por fim ela, mais o efeito foi no mínimo inesperado, o corpo de rabicho se encheu de mutilações e seu rosto virou uma massa disforme. Voldemort sussurrou algo como que ela devia ter mantido concentração total. Ela caminhou para perto do corpo, voldemort pensou que ela ia chorar, mas o que aconteceu fê-lo rir.

- Vejamos pelo lado bom, agora ele está mais apresentável.

#######################

Pistola de Dostoievski:http://www.israeli-weapons.com/weapons/small_arms/desert_eagle/de_m.jpg
Moto de Draco: http://baixaki.ig.com.br/imagens/wpapers/BXK20914_dsc00132800.jpg

Autor chato fala:
Valew pelos coments da viviane , da Isa_AmÉba e da Samira Amorim.
Para a galera que leu e achou muito ruim, pelo menos da uma passada lá pra dizer onde eu poderia melhorar. Lembrando que essa fic é a minha primeira e eu não sei se tah bom se tah ruim... *Autor suplicando* se lerem, pelo menos deixa um "legal." ou "é muito ruim" qualquer coisa.

Vou aumentar o tamanho dos capitulos e me dedicar um pouco mais a eles, esse eu fiz muito rapido e Samira depois que eu escrever o proximo capitulo vou mandar para tu dar uma olhada tu tem tempo? respoende o quanto antes

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 12) - Copyright 2002-2014
Contato: clique aqui

Moderadores:


Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.