FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 



(Pesquisar fics e autores/leitores)



 




 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

18. A Titular Weasley


Fic: Aqueles Momentos Pós RdM


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Flash Back

_Ele disse que ia chegar de viagem cedo Rony! E que vinha jantar aqui...

_Ainda falta uma hora pro jantar maninha... – Falou Rony calmamente – Você sabe que Harry nunca chega das viajens na hora que falou...

_Um péssimo costume se posso dizer... – falei irritada – Ele diz que vai chegar numa hora, mas sempre chega mais tarde. Se fosse eu quem ficasse esperando ele, garanto que ele perdia esse costume rapidinho.

_Ele sempre tem uma ótima razão, não é porque ele quer. – falou Rony.

_Os outros sempre tem um assunto final para tratar com ele! Impressionante. – falei olhando para a lareira e sentando no sofá com cara de desdém.

_Vamos combinar maninha, Harry não é nem Auror ainda, ele viaja só a pedidos de outras pessoas... E dessa vez foi um pedido particular de Philip. Você sabe... O cara foi um anjo para mim e Harry dentro do Ministério.

_É eu sei. “Eu não posso recusar Gina, você sabe, Philip segurou grandes barras minhas e do Rony no Ministério... ” – Falei imitando a voz de Harry e escorando minha cabeça na minha mão cansada.

_É isso aí maninha e Harry já deve estar chegando. Fica aí esperando que eu vou ver o que vai ter pro jantar.

Não tinha mais o que fazer mesmo. Harry não viaja muito, mas sempre que ele chega eu estou longe por algum motivo. Essa era a primeira vez que eu estava esperando ele. Subi para meu quarto e peguei algumas anotações do meu treinador sobre o time que iríamos enfrentar em um mês e comecei a ler.



Já havia passado duas horas. O jantar já tinha sido servido e eu já tinha decorado a maioria das jogadas que tinham me mandando estudar. Já tinha até andado pelo pátio, brincado com meus próprios dedos. Quando olhei para o relógio, mamãe veio da cozinha com uma carta em mãos.

_Querida, chegou uma coruja que Harry enviou mais cedo... Pediu para avisar que, de novo, só vai chegar de madrugada... O que você falou?

Fechei minha boca logo depois de um palavrão ter escapado.

_Mas porque você só me avisou agora? – falei.

_A carta só chegou agora! Você deve ir dormir querida, já que só poderá vê-lo amanhã.

Afundei na cadeira e me espreguicei. Isso não ficaria assim.



Olhei para o relógio de pulso que já mostrava três horas da manhã. Lá estava eu, sentada na sala, ao lado da lareira... esperando. Tinha prometido que estaria esperando, e eu iria cumprir.
Subi para meu quarto e fingi ir dormir, mas logo depois vesti uma outra roupa e desci para esperar. Queria ser a primeira a vê-lo e também queria que ele fosse o primeiro a ver uma coisa.

Harry não gostava de ficar sozinho depois de voltar das suas viagens, quase sempre vinha aqui para A Toca. Mas, chegar de madrugada na casa dos outros seria falta de educação não? Para nós não. Mamãe entendia que nós somos a família de Harry, e nada mais natural que sua família o acolher depois de uma viagem. Claro que Harry disse que não viria mais se nós insistíssemos em esperá-lo, então ficou combinado que ele chegaria sem fazer barulho e iria pro quarto de Rony. Mamãe sempre deixava comida para ele, que ficava quente a noite toda.
A rotina após a Guerra havia mudado bastante e o trabalho havia aumentado tanto para cargos no Ministério, quanto para mim, que era uma simples jogadora de Quadribol. As pessoas começaram a dar mais valor às coisas simples, como se divertir vendo um jogo com a família, e isso fazia aumentar bastante a movimentação nos estádios.

Mesmo depois de algum tempo, a revolução em todo mundo bruxo ainda acontecia com uma intencidade menor, e Harry participava ativamente dela, igual Rony, Hermione, e até eu, e todos que haviam proposto mudar. Por isso tantas viagens, tanto tempo ausente...

A chama que crepitava na lareira, já estava quase se apagando, mas de repente elas aumentaram e começaram a balançar anormalmente. Eu já sabia o que isso significava, então, respirei fundo e vi Harry se materializar dentro da Lareira.

Estava com aparência cansada, mas feliz provavelmente por finalmente ter chegado. Num primeiro momento nem pareceu me perceber ali, só me viu quando saiu da lareira, e ficou sério rapidamente.

Alguns segundos de silêncio se passaram, e eu me levantei. Harry largou a mochila e, sem nenhuma palavra, veio me abraçar. O abraço dele, eu tinha que admitir, era o único "lugar" em que eu me sentia totalmente segura. Ele me soltou e colocou suas mãos geladas no meu rosto me fazendo carinho.

_Porque me esperou? – falou com um pingo de ressentimento na voz.

_Queria cumprir minha promessa. – Falei com um pequeno sorriso no rosto.

_Desculpe, mas mandei aquela coruja exatamente para evitar que você ficasse esperando.

_Tudo bem Harry, só quis cumprir minha promessa, eu prometi que ficaria te esperando, e aqui estou. Mas vamos lá para a cozinha, mamãe deixou sua comida pronta.

Harry pegou sua mochila, colocou nas costas e me seguiu até a cozinha. Lá, como eu havia imaginado, estava o prato de Harry embaixo de um guardanapo de pano branco com flores pintadas a mão, presente de Luna para mamãe, ela tinha passado o Natal passado aqui em casa. Ele conservava a comida quente por até 12 horas.

Acendi a luz e peguei o prato, colocando-o em cima da mesa. Harry deixou sua mochila num canto e sentou-se à mesa, parecendo cansado.

_Vá Tomar um banho Harry, você não vai comer desse jeito, está podre.

Num primeiro momento, pareceu que ele ia negar, mas as palavras morreram na sua boca, o cansaço não o deixava negar uma proposta tão tentadora dessas.

_Não estou tão cansado... Na verdade só estou precisando de um bom banho mesmo... – falou soltando um suspiro – Mas, quero que você vá direto pra cama Gina, tudo bem?

_Claro, vai lá. – falei – Só vou terminar de arrumar a mesa aqui.

_Tudo bem, até amanhã! – falou depositando um beijo em meus lábios. Pegou sua mochila e não ouvi seus passos subindo as escadas, provavelmente um feitiço nos seus sapatos. Terminei de arrumar as coisas e subi também, mas não para dormir, agora já não estava com sono nenhum. Entrei em meu quarto e fiquei esperando um pouco, enquanto revirava minhas gavetas, a procura de uma coisa que estava querendo mostrar a Harry há algum tempo.


_Realmente você demorou no banho. – Estava parada na porta da cozinha. Fiquei cuidando quando Harry voltaria à cozinha pra comer, queria fazer uma surpresa para ele.

Quando apareci, Harry estava de costas arrumando seu prato dentro da pia, e se limitou a erguer as sobrancelhas quando me viu parada na porta.

_Já é de madrugada, devia estar dormindo Gina, eu te falei para subir, eu mesmo já estou indo. – Harry não ia discutir se tinha pedido para eu ir dormir ou não, porque, afinal eu estava ali, quer dizer que realmente não tinha ido dormir não?

_Queria te mostrar isso antes de todo mundo, porque tenho que dar amanhã para mamãe e papai assinarem.

Ele pegou o papel que estava em minhas mãos e começou a ler. Enquanto lia, eu o observei, estava bem melhor depois do banho, novinho em folha. Alguns segundo depois, os seus olhos começaram a abrir mais, e sua boca abria e fechava várias vezes numa tentativa frustrada de fala.

_Titular? Você? Como?

_É minha chance! A jogadora titular descobriu que esta grávida! Então o treinador me chamou para o lugar dela!!

_E isso... Essa autorização...

_Você lembra muito bem que mamãe e papai só me deixaram viajar porque eu tava de reserva... Agora que eu vou realmente jogar, eles precisam saber... O Técnico mandou! – falei dando pulinhos.

_E você realmente acha que teus pais vão deixar? – Falou Harry. Quando ele falou isso, ouvimos barulhos lá em cima, e a eu abaixei o tom de voz ao responder.

_Tem que deixar, não? Na verdade sou maior de idade e, mesmo que eles não queiram eu posso ir tranqüilamente. Isso é mais a carta de chamada do que uma autorização propriamente dita, mas tem que ser assinada por eles, mostrando que estão conscientes que eu posso me machucar... - Ouvindo minha voz pronunciar essas palavras, percebi o quão nulas as chances de eles deixarem sem nenhuma discussão.

_Dessa vez então, você será titular mesmo? Aquela outra vez discutimos à toa, você nem me disse que ia como reserva.

_Estava tão nervosa e irritada com você que esqueci de falar – ri. – Mas dessa vez é para jogar mesmo, você vai tentar falar algo de novo?

_Não, na verdade você que sabe não – falou abrindo sorriso. – Quero minha namorada muito feliz e vencedora! – falou me abraçando. – Desde que você prometa se cuidar e jogar direitinho...

_Sim, senhor Potter.


N/A: Férias! Mais tempo para escrever! Hoje já escrevi todo capítulo 19, então, logo logo ele estará aí! Avisando des de já que, ele será NC18, pra quem não gosta, pule para o 20!

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 12) - Copyright 2002-2017
Contato: clique aqui

Moderadores:


Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.