FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 



(Pesquisar fics e autores/leitores)



 




 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

45. O FIM DE UM CASAL


Fic: A DESCOBERTA INESPERADA I


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

CAPITULO 45
O FIM DE UM CASAL



Hermione acordou sentindo-se lânguida e satisfeita. Tinha que se lembrar de ser boazinha com Rony hoje. Afinal, ele havia lhe dado uma noite inesquecível. Aquele vigor todo, aquela disposição toda...sorriu maliciosa, notando que estava só.
Quebrando aquele seu momento de apreciação da noite passado o som de passos rápidos na escada. Ela levantou-se preguiçosa e vestiu-se e tomou um banho. Pretendia descer quando alguém irrompeu pela porta aos prantos.
-Gina! O que houve? – arregalou os olhos assustada.
-Harry me deixou! Ele disse que me odeia e não quer me ver nunca mais! – ela soluçou tanto que Hermione mal pode entende-la.
-Você contou do bebê? – perguntou suavemente.
-Não... – suas mãos tremiam quando ela tirou da bolsa um vidro de poções recheados de pílulas. – Ele achou o vidro ainda lacrado... – ela jogou-o contra a parede com raiva fazendo –o quebrar e espalhar seu conteúdo pelo chão – Então eu confirmei o que fiz e ele...me olhou com tanto nojo, tanto rancor...Hermione, ele não me ama mais, não depois do que eu fiz...
-É claro que ama! – ela abraçou a amiga. – Ele está magoado, mas vai passar.
-Mas eu não sei se quero ele de volta! – ela disse, o gênio difícil dos Wesley a fazendo ficar furiosa – Não sei se ainda quero um homem que diz que me ama, mas abomina a idéia de ter um filho comigo!
-Gina, você não esta pensando direito. Harry tem medo pelo que aconteceu com seus pais...
-Dane-se ele e seus medos! – ela ergueu-se com fúria – Não preciso dele! Nem eu nem meu filho! – nisso sua raiva sumiu e ela voltou a cair nas lágrimas.
Hermione a levou para o quarto de hospedes e ficou com ela toda a manhã, acudindo os gêmeos entre intervalos em que Gina se acalmava.
Era meio dia quando Harry e Rony aparataram na casa. Harry tinha olheiras terríveis e era obvio que havia chorado. Ele jogou-se no sofá, e recostou a cabeça para trás no estofado.
-Ela está aqui? – ele perguntou tentando parecer indiferente.
-Sim, ela está lá em cima.
-Ela contou à forma que me traiu? – ele acusou, olhando-a como se ela fosse parte daquela traição.
-Ela me contou da briga. Harry... – tentou se aproximar, mas ele não deu oportunidade.
Harry tirou a aliança do dedo e jogou para ela.
-Entregue a ela. Vou pedir ao ministro que homologue o divorcio. – disse como se dizer isso doesse nele, mas o orgulho o fazia falar mais que queria.
Hermione olhou alarmada para Rony e ele não a deixou falar nada.
-Calma, Harry, você não vai se separar da minha irmã agora. Ela não vai ficar sozinha nesse momento. Se não a amar mais, eu entenderei, mas não por raiva e decepção. Ginerva merece mais que isso de você.
-Ah, merece? – ele ironizou – Já não basta tudo que eu faço para ela? Todas as suas vontades! Todas as suas birras! Eu dou tudo que ela quer! Roupas, jóias, carros, viagens! É disso que ela gosta! Da vida boa que lhe dou! De me usar!
Ele gritou tão alto que eles não ouviram que ela havia descido as escadas e os olhava com olhos arregalados. Ela apenas virou-se e voltou para o segundo andar sem dizer nada.
-Olha o que você fez, Harry! – Rony disse indignado.
-Assim é melhor. – ele se levantou – O ministro irá mandar um aviso quando tivermos que assinar os papeis... –ele não pode terminar pois Rony se pos entre ele e a porta.
-Você é um irmão para mim, Harry – ele disse tão sério que Hermione teve medo da briga que teriam – Mas não vou permitir que homem algum abandone minha irmã grávida.
O choque fez Harry empalidecer.
-Rony, ele não sabia ainda... – Hermione sussurrou, aproximando-se do marido e tentando acalma-lo – Eu vou subir, Gina não está bem. Vocês dois, por favor, não briguem. – olhou para Rony com carinho – Cuida dele, Rony. – sussurrou com um beijo em seu rosto.


Três dias depois e não parecia que Harry e Gina voltariam a se entender. Hermione olhou para Gina, ainda deitada na cama do quarto de hospedes e desejou que Rony desistisse daquela viagem. Eles iriam dali a alguns minutos, mas ela quisera se despedir dela antes.
Gina havia passados a maior porta da noite de cama, vitima de enjôos e mal estar. Sentia dó de deixa-a nesse estado sozinha, mas tinha uma casamento para cuidar e Rony não parecia muito contente em adiar ainda mais a viagem.
-Gina, nós estamos indo agora. Você tem certeza que ficará bem? – sussurrou.
-Sim – ela fungou, sem esconder que havia chorado recentemente – Mamãe virá depois do almoço ficar comigo e com os gêmeos. Não se preocupe, ficaremos bem.
-Certo. – disse incerta – Qualquer coisa, me chame, está bem? Eu volto correndo!
-Eu sei – ela sorriu, erguendo-se um pouco para se abraçarem, depois voltou a afundar a cabeça no travesseiro nauseada – Tenho uma boa viagem, Mione.
-Eu terei. – ela sorriu e saiu do quarto.
Como ela esperava Harry estava lá embaixo com Rony.
-Eu reservei uma casa de campo em Toscana, Itália. Tem uma vista direta para a praia e é quase deserta. Paz e tranqüilidade não lhes faltaram. – ele disse com um tom cansado.
-Obrigada, Harry. – ela não pode evitar de olha-lo com repreensão.
Ele comprou seu olhar, ficando obviamente ressentido.
-Rony, acho que deveria subir e dizer tchau pra Gina. – ela disse no tom mais natural que pode – Ela não me parece muito bem essa manhã.
Ele olhou para Harry e se afastou. Hermione fez de conta que não percebeu o desconforto de Harry. Ele acabou não se segurando e perguntando:
-Ela está doente?
-Gina? – se fez de desentendida – Não. São apenas enjôos e mal estar. Você sabe, coisa de mulher grávida – disse sem conter a ironia.
-Olha, Hermione, eu...
-O que? – ela o interrompeu – Vai me dizer que se importa? Ora, Harry, todos nos sabemos que você não quer esse filho. Então, não deve se preocupar nem com ele, nem com Gina.
-Está sendo cruel, Hermione. – ele disse magoado.
-Não sou a única. – foi direta. – Gina quis um filho seu. Não apenas um filho de um homem qualquer que lhe de luxo e jóias, como você disse, Harry. Mas um filho de um homem que ela ama. Escolheu a pior forma, eu sei, mas ela cansou de esperar que se decidisse.
Ele não respondeu nada, mesmo porque Rony havia voltado com expressão exasperada.
-Eu vou buscar mamãe em casa. Não quero deixa-la sozinha. Gina não está bem. – ele disse e aparatou.
-Você disse que não era nada. – Harry sussurrou.
-Ela está grávida. Sempre será alguma coisa. – disse rancorosa.
Afinal era ela quem ficava com a amiga todas as noites acalmando seu pranto e tentando consola-la.
Poucos minutos de silencio constrangedor e Molly Wesley aparatou com o filho. Ela não os cumprimentou, primeiro porque estava com raiva de Harry ter abandonado sua única filha grávida, e segundo porque não achou que Hermione se importaria, já que não se davam bem mesmo.
-Podemos ir agora – Rony sorriu apesar de tudo.
-Eu só quero ver os gêmeos antes da gente ir... – ela disse e ele segurou sua cintura, abraçando-a contra ele.
-Você acabou de vê-los. Eles estão dormindo, e mamãe está aqui com eles. E nós, vamos ir agora.
Ela quis brigar, mas ele tinha razão. Tinha que cortar aquela dependência dos filhos antes que os estragasse.






























Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 12) - Copyright 2002-2017
Contato: clique aqui

Moderadores:


Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.