FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 



(Pesquisar fics e autores/leitores)



 




 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

39. ANIVERSARIANTE ESQUECIDA


Fic: A DESCOBERTA INESPERADA I


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

CAPITULO 39
ANIVERSARIANTE ESQUECIDA


Hermione acordou novamente e pensou em como seria bom poder levantar e andar livremente. O quarto estava vazio. Os berços também. Obviamente que havia muitos Wesley’s esperando para conhece-los, porém ela estava com saudades dos seus bebês.
Ascendeu a luz do abajur ao lado da cama e ficou surpresa ao ver-se em seu quarto, da casa que Rony comprara para eles. Haviam voltado para casa? Quando? Ela não se lembrava disso!
Medo a fez afastar as cobertas e tentar levantar. Na sua pressa derrubou uma bandeja que estava sobre o criado mudo.
-Oh, droga! – sentindo-se fraca sentou-se novamente.
Em menos de um minuto alguém abria a porta do quarto.
-Ei, está tudo bem? – rony entrou olhando-a com um sorriso – Ah, finalmente acordou!
Notando sua expressão nada animada, ele aproximou-se e a ajudou a deitar novamente.
-Quando voltamos? – ela disparou.
-Ontem a noite. – ele sentou-se a seu lado – Madame Albertina esteve vendo-a e lhe deu uma poção para o sono.
-O que? – disse horrorizada.
-Ela achou mais seguro, Hermione – ele disse sério – Ela achou que você perdeu sangue demais. Ficou com medo de outra hemorragia. Você sabe, ela é especialista em partos complicados. – tentou sorrir – Por outro lado, não achei que quisesse ficar naquela casa com os bebês mais tempo...
-Tudo bem, Rony... Eu só fiquei assustada quando acordei... – disse envergonhada.
-Não tem mais com o que se preocupar – ele beijou sua testa - Malfoy está morto. Ele e Harry duelaram uma última vez – ele disse sem humor – A Forquilha foi desmembrada e a maior parte deles está em Askaban, e os outros, se dispersaram e assinaram termos de responsabilidade conjuntos ao ministério, confessando estarem sobre o controle de Malfoy por medo e coação. Serão punidos e ajudaram na captura de outros grupos semelhantes de comensais.
-Ainda bem – ela disse aliviada – Não que eu fique feliz com a morte dele, mas é bom saber que não corremos mais riscos – tocou a própria barriga e sorriu – Ainda parece que eles estão aqui dentro... – Rony riu também e a beijou por minutos adoráveis – Onde eles estão?
-Lá embaixo. Gina não desgruda da Elise e o papai do Luke. É o primeiro neto homem, e você sabe, a algazarra que todos estão fazendo...
-Eu não posso mesmo descer? – ela disse contrariada
-Pode, mas não vai andar. Ira ficar boazinha no sofá.
Ela revirou os olhos, quando ele levantou-se e escolheu dentro do roupeiro um vestido solto e sapatos. Ele a ajudou a se vestir, e pentear e a apanhou no colo, para descerem.
-Me sinto um saco de batatas. – ela disse junto ao ouvido dele.
-Um lindo saco de batatas – ele provocou. – Adoro batatas. – ela riu e ele chegou ao fim das escadas – Aposto que não se lembra que dia foi ontem, não é?
-Não, não lembro – disse quando ele a sentou no sofá.
-Foi o aniversario de alguém – ele sorriu e ela abriu os lábios surpresa.
-É mesmo! Eu esqueci do meu aniversario? – disse surpresa e então seus olhos se arregalaram – Os gêmeos nasceram no meu aniversario???
-Ao que parece, poderei economizar em festas daqui por diante... – ele brincou – Feliz aniversário, Hermione.
-Obrigada... – sussurrou emocionada.
-Eu que agradeço – ele disse sério – Você me fez incrivelmente feliz. Tabby, os gêmeos...eu não sabia que era capaz de amar tanto assim...
Ela o beijou por não saber o que responder.
-Mamãe!
A intrusa veio correndo da cozinha em sua direção e se jogou a seu lado no sofá.
-Parabéns, mamãe! – Hermione aceitou seu beijo estalado e a abraçou. – A vovó esta fazendo uma festa lá fora...opa! escapou! – ela cobriu os lábios, horrorizada, olhando para o pai – era surpresa!
-Ok, a mamãe já podia saber, mesmo. – ele disse, tirando Tabby do sofá – Agora, vai lá fora, e diz para sua vó que eu estou levando a madame daqui a cinco minutos.
Tabby saiu correndo de novo.
-Tenho um presente para você.
-Rony...não precisa! Olha essa casa! Olha a vida que está me proporcionando! Os filhos que me deu! Eu não preciso de presentes! – disse verdadeiramente emocionada – Só poder estar aqui, já é um presente.
-Ah, Hermione, eu queria te dar um presente caro, agora que posso – ele brincou – Lembra das bugigangas que eu te dava quando namorávamos? Eu era um pé rapado! Mas agora, eu quero te dar o melhor!
-Pois saiba que eu ainda guardo todos os presentes que me deu! – ela disse indignada.
-Aqui, gina me garantiu que o melhor do melhor, é isso aqui! – estendeu uma caixinha para ela que abriu e conteve um gritinho de alegria.
-É lindo!
-É diamante. Aparentemente, Gina acha que eles são perfeitos.
-E são – ela concordou – era uma singela correntinha de ouro muito fino, com um pingente de coração lapidado em diamante, assustadoramente grande. Tocou-o e ele encolheu.
-Ele é encantado. Ficará do tamanho que for seu gosto pessoal. Esse absurdo de grande era o gosto da gina – ele disse com desdém – Ela abusa do Harry nas jóias, você sabe.
-É, ela me contou – riu – Eu amei. É...lindo demais.
-Farei outro igual para Tabby no aniversário dela e para a neném quando ela for maiorzinha. O que acha?
-E acho que você é o melhor marido do mundo – o puxou para um beijo.
Afastaram-se quando ouviram as vozes que os esperavam lá fora.
Ela insistiu em caminhar e ele a apoiou com a promessa dela não abusar. Lá fora, havia muita gente. Toda a família dele e alguns amigos pessoais. Os gêmeos estavam adoravelmente deitados num carinho trouxa duplo, com as gêmeas de Fler ao redor, e Tabby brincando com eles. Gina parecia uma abelha em torno do mel.
Depois de muitos comprimentos e provar com moderação a torta que a sra.wesley fizera ela conseguiu finalmente ficar com os filhos. Sentada sob a marquise que protegia do sol, ela pegou Luke no colo, olhando-o e decorando seus contornos. Depois olhou para Elise que a olhava atentamente. Eram realmente idênticos.
-Oi, bonequinha. – brincou com ela, segurando sua manzinha, enquanto o irmão dormia em seu colo – Você não dorme nunca? Não? – ela pareceu sorrir e ela riu encantada – Eu já sei, você quer olhar tudo, não é? Hummmm....é uma bruxinha curiosa?
Luke resmungou em seus braços e ela sorriu, olhando-o dormir calmamente.
-Hum, dorminhoco... – sussurrou, beijando sua bochecha gordinha – Que cheirinho gostoso você tem, neném... – colocou-o de volta no carinho. Ele se espichou todo, contente em dormir.
-E você, Elise? Quer o colo da mamãe? – estendeu as mãos para ela que a olhava atentamente – Heim? – sorriu quando a menina resmungou parecendo entende-la.
-H-Hermione? O que é isso no seu cabelo? – Gina se aproximou e ela olhou-a sem entender.
-O que?
-Essas flores... – ela tirou uma florzinha rosa do meio dos seus cabelos soltos.
-Eu não sei...deve ter caído de algum lugar...
-Mas estão por tudo... – ela olhou em volta – E não tem nenhuma árvore com essas flores por aqui.
-Ô, gina, elas estão no seu cabelo também! – disse surpresa.
-O que é isso? – virou-se para a família que conversava ali perto – Hei, tem alguém fazendo uma brincadeira com a gente aí? As meninas estão usando varinhas de novo??? – disse indignada.
Minutos depois e o juramente ferrenho de Fred e George de não terem nada a ver com isso, chegaram a conclusão de serem brincadeiras das meninas que não queriam confessar. Hermione não se importou. Pegou Elise no colo e ignorou a conversa intensa dos Wesley’s.
Ficou sussurrando com a filha, bobagens que a fazia arrulhar e mover as manzinhas. Hermione ria suavemente, beijando sua testa e fazendo-lhe carinhos.
Notou que todos a olhavam e os olhou igualmente surpresos.
-O que foi?
-As flores...estão nascendo no seu cabelo... – disse Molly Wesley.
-E daí?
-Daí que as meninas estão aqui quietinhas – disse Harry, apontando as meninas – É você quem está fazendo isso.
-Eu? Não, não estou. – ninou a menina, colando seu rosto no dela, e acalmando-a para que o choro que ela ameaçou não virasse realmente um choro.
-Espere. – disse Molly – Me dê Elise.
-Pra que? – disse revoltada.
-Apenas me deixe pega-la.
Com toda sua experiência ela a apanhou, com a facilidade de quem já fez isso dezenas de vezes. Instantaneamente flores começaram a nascer em seus cabelos.
-Oh, Merlim! – Gina soltou um gritinho – É Elise quem está fazendo magia!
-Mas ela é muito novinha! – disse Molly – Nunca ouvi falar de algo assim acontecer com bebês tão jovens. Ela nasceu a menos de dois dias!
-Vindo de Hermione e Rony, podemos esperar qualquer coisa – disse Harry sorrindo para os dois – Um brinde aos mais jovens bruxos da família!
-Esperemos que Luke não exploda a casa quando manifestar magia! – brincou Fred recebendo uma vaia de Gina
Hermione olhou para Rony orgulhosa e viu o mesmo olhar nele. Ele apanhou Elise nos braços e ela apanhou Luke. Rony sentou-se a seu lado e eles sorriram como bobos.
Tabby veio correndo ficar entre os pais, fazendo carinhos nos irmãos.
-Hei, essa merece uma foto para o álbum da família! – gritou George.
Os três sorriram para a câmera, e se moveram durante segundos que ficaram gravados na fotografia. Seguiram-se varias outras fotos.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 12) - Copyright 2002-2017
Contato: clique aqui

Moderadores:


Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.