FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 



(Pesquisar fics e autores/leitores)



 




 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

26. INTRIGAS


Fic: A DESCOBERTA INESPERADA I


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

CAPITULO 26
INTRIGAS

Hermione desceu para o café da manhã, um pouco indisposta. Talvez pela tensão de ter passado quase toda a noite, pensando no que faria em relação a Vitor, ou ao simples fato de estar cada vez mais pesada e dolorida.
-Bom dia, mamãe! – Tabby que estava sentadinha ao lado das primas e de Piero, na mesa do café da manhã, virou-se na sua direção com um sorriso de dar inveja.
-Bom dia, docinho. Bom dia, crianças. – beijou a testa de Tabby e fez um carinho nas gêmeas, - Onde está todo mundo? – perguntou sentando-se e servindo-se de uma xícara de leite.
-O papai está no estábulo mostrando os cavalos para o Tio Harry e a Tia Gina.
-Hummm...que bom, Harry vai adorar os cavalos. – comentou banalmente.
-São animais muito bem cuidados, Hermiononi – Vitor entrou na cozinha dizendo.
-Sim, Rony tomou o cuidado de comprar os melhores animais da região. – disse tentando evitar um tom recriminante. Olhou para Alissar que aparecu com as mochilas de Tabby e as gêmeas. – Está na hora da escola.
As crianças levantaram e Tabby saiu correndo com as primas e Piero logo atrás. De repente Hermione se viu num silêncio constrangedor na cozinha.
-Mary escrever dizendo que chega semana que vem – ele começou a dizer. – Eu querer saber se tem algum problema em continuar aqui até ela vir...
-É claro que não. Vocês são muito bem vindos, Vitor.
Ele a olhou penetrante, estranho.
-Sei que ele não ficar feliz em me ver aqui. – ele disse num tom magoado.
-Rony não se importou. Ele apenas não sabia. – sentiu-se ficar irritada por ter que se defender. – Ele ficou surpreso.
-Eu também ficar. Quero dizer, quando escrever sobre o casamento não disser que estava grávida de novo – realmente, era inegável seu olhar magoado.
-Na verdade, escrevi sim. Mary até escreveu me felicitando!
-Então, ela esquecer de me contar...
-É possível, ela trabalha muito. Está sempre tão ocupada com seus pacientes... – concordou, sabendo que era mentira.
-Eu ter que confessar que não esparar por essa. – ele disse naquele tom, que por algum motivo, a irritava profundamente. – Imaginar que ele não fosse ficar tão feliz em ter sido enganado por tantos anos.
-Eu não enganei o Rony! Você sabe disso! Eu tive meus motivos para partir! Ele entendeu e me perdoou Vitor. Você nem deveria estar se preocupando com isso! – disse enfática, perdendo o apetite e ficando apenas com o leite.
-Mas me preocupar. – ele soltou a xícara de café que bebia e estendeu a mão para apanhar a dela sobre a mesa – Ser minha amiga, e eu a querer muito bem. Não poder ficar quieto enquanto a ver se subjulgar por causa de seus erros.
-O que quer dizer com isso? – tirou a mão da dele e olhou na defensiva.
-Você não ser mais a mulher que eu conhecer. Largar sua profissão, passar a cuidar de uma casa, de filhos de pessoas estranhas e ficar placidamente esperando um marido que a trata como uma mulher inferior.
-Vitor, de onde você tirou isso???
-É o que eu ver. Ele sequer a ama. E você ficar a seu lado, sendo dele, tendos os fihos que ele desejar e baixando sua cabeça a ele.
-Desculpe, Vitor. – ela ergueu-se da mesa – Mas não vejo minha vida com Rony dessa forma.
-apenas por que se enganar que é feliz para que ele a perdoar. – concluiu satisfeito em ver sua expressão confusão.
-Não, você está enganado. Eu e Rony decidimos nos casar por que Tabby precisava de um lar. Porque eu engravidei de novo, Vitor. Porque nos dois ainda tínhamos uma ligação muito forte. Não por culpas ou retalhações. Rony me trata como alguém especial, ele tem me ajudado com os novos planos que tenho para minha carreira, porque fui eu quem decidiu que não queria mais trabalhar para o ministério. Eu que desejei me dedicaer mais a Tabby e ao bebê que vai nascer. A uma coisa que Rony fez foi me ajudar.
-Isso é o que você achar. Você estar envolvida demais nisso e não ser capaz de notar que ele a estar usando.
-Porque? Porque Rony me usaria?
-Para ter quem crie sua filha perto dele. Eu faria isso se não amasse a mãe da criança. – disse rápido.
Hermione quis chorar. Em parte era verdade. Ela sabia disso, mas não imaginou que fosse tão obvio para todos.
A única coisa que pode fazer, foi afastar-se dele e da casa. Saiu pela porta dos fundos e andou pelo pátio. Havia um banquinho mais afastado, rodeado por árvores, que formavam um toldo, tornando um dos lugares mais aconchegante da casa, onde ela gostava de se sentar e ler. Ficou ali até que alissar aparatou.
-A senhora não tomou seu café, sra.Hermione. gostaria que lhe trouxesse algo para comer?
-Rony a mandou me vigiar não é? – perguntou direta.
A elfa quase perdeu o ar. Duvida. Deveria ser honesta com sua dona, a quem tanto gostava, ou a seu patrão, que lhe dera ordens expressas?
-Pode falar eu não vou ficar brava...
-Sr.Rony pediu apenas que tomasse conta da sua alimentação. E da menina Tabata também. Para que sempre estivesesem alimentadas e satisfeitas.
Hermione sorriu um pouco.
-Ele está certo – acariciou a barriga – Me traga alguma coisa gostosa, então. E um livro. Tem uma pilha deles no escritório do Rony, que irei levar para a Floreios.
Alissar desapareceu e ela olhou e volta. Mais a frente, alguns metros havia um lago onde patos trouxas nadavam calmamente. Havia também outras espécies de gansos bruxos, mas Hermione estava chateada demais para reparar neles.










Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 12) - Copyright 2002-2017
Contato: clique aqui

Moderadores:


Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.