FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 



(Pesquisar fics e autores/leitores)



 




 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

14. O GRANDE DIA


Fic: A DESCOBERTA INESPERADA I


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

CAPITULO 14
O GRANDE DIA


-Eu não acredito que estou fazendo isso. – Hermione suspirou olhando-se no espelho.
Fazia três meses que confirmara sua gravidez, cada dia mais evidente. Principalmente no vestido justo.
Depois de passar a manhã toda na Floreios e Borrões, que prescisara de bem mais que uma demão de tinta, apesar de sua ilusão quanto a isso, conferir como ia a reforma, ela passara diretamente na casa de Harry para buscar o vestido e os sapatos. Gina Wesley não aparecera para dizer nem um ‘oi’. Segundo o que Rony lhe contara brevemente, sua família não era muito a favor desse casamento.
Pelo que Millie, lhe contara, depois de um ida a Toca junto com Tabby, a sra.Wesley deixara obvio sua insatisfação por uma segunda gravidez.
-Bem, eles pensam que eu sou uma oportunista. E daí? – disse para o grande espelho que lhe devolvia uma imagem bem interessante.
Vestida de branco, num longo vestido tomara que caia, de tule e seda, rebordado com cristais, os cabelos presos um coque romântico, ela estava linda.
Nada disfarçava sua barriga de cinco meses, mas mesmo assim estava linda.
Vestida e penteada, Hermione teve de admitir que sentia-se feliz. Absurdamente feliz. Dali a uma hora subiria no altar com o amor da sua vida. Pai dos seus filhos.
Tudo bem, esse mesmo homem, não a amava. Na verdade, nem confiava nela. Mas nada na vida é inteiramente perfeito.
Suspirou.
-Hermione? – Gina apareceu na porta surpreendendo-a. – Você esta linda. – ela disse olhando-a dos pés a cabeça.
-Obrigada. – disse sem esconder a surpresa.
-Eu vim buscar a Tabby. Ela sua pajem, esqueceu? Mamãe quer que ela use o vestido que ela fez.
-Mas eu já escolhi o vestido que ela vai usar. – apontou a caixa sobre a cama. – Ela já esta pronta, vai vesti-lo quando estivermos saindo. Ela tem o dom de estragar as roupas novas logo que as veste. Eu agradeço a sra.Wesley, mas ela não vai usar outro vestido.
-Olhe, Hermione, a mamãe...
-Olhe você, Ginerva. – aproximou-se cansada daquele jogo interminável. Primeiro eles não a queriam por perto, depois acham que podem desautoriza-la frente a sua filha – Nesses últimos meses eu fiquei calada apenas observando você, sua mãe, e seus irmãos, agindo com Tabby como se eu não existisse. Ela vai com uma roupa passar o sábado e volta com outra. Ela ganha penas e pergaminhos novos, e eles desaparecem do nada e no lugar aparecem os pergaminhos e penas que seus irmãos compraram! Ela planeja algo comigo e com Rony, e derepente, vocês decidem ao contrario! Tabata é minha filha, indepente do casamento! Nos duas escolhemos esse vestido e é algo que fiz para dividir esse momento com ela. Então será esse vestido que ela usará.
-Ah, sim, claro. – Ginny ironizou – Seria bom que você não ostentasse esse ar todo orgulhoso lá fora, na cerimônia, porque Rony covidou toda a família, ou seja, todos os convidados do seu casametno estão lá fora pensando em como você é esperta em enganar o idiota do Ronald Wesley num segundo golpe da barriga!
Vermelha como os próprios cabelos, ela saiu do quarto e Hermione ouviu a batida dos saltos na escada. Hermione sentou-se na beira da cama com vontade de arrancar aquele vestido e desistir de tudo.
-Mamãe? Você está pronta?
Tabby vestia um vestido rosa com babados estúpidos nas barras.
-Que roupa é essa, Tabby?
-A vovó me disse para vestir. – ela disse olhando para a própria roupa com desgosto. – Ela disse que esse vestido era melhor que o outro....
-Você gostou desse? – Hermione perguntou tentando respirar fundo e não sair gritando pela casa feito louca.
-Não muito. Mas a vovó disse que você gostou. – disse com aquela carinha de “eu não acreditei muito, mas se insistem em me tratar como criança, que é que eu posso fazer, heim???”.
-Vem aqui, bebê, vamos trocar essa roupa.
-Mas e a vovó? – ela perguntou exitante.
-A vovó vai gostar do nosso vestido tanto quanto gostou do que ela fez para você.

Alguns minutos depois, Hermione desceu a escada com Tabby pela mão. A menina correu em direção ao pai que esperava sentando na sala e se levantou junto com Harry, e Gina para recebe-las.
-papai, papai! Olha só a mamãe!
Ele a pegou no colo sem desgrudar os olhos de Hermione.
-Sua mãe esta muito bonita, Tabby. E você também! – ele disse com olhos brilhantes.
-A mamãe disse que o vestido branco é exagero, papai. Mas eu gostei.
Rony olhos torto para ela que sorriu e disse:
-Esse bebê já esta quase nascendo. Branco me pareceu meio hipócrita.
-Porque? Harry e Ginny moraram juntos um ano antes de casarem. E ginny usou branco.
-É diferente, Rony. – disse Gina, intrometendo-se – Eu e Harry tínhamos uma relação. Eu era uma mulher decente me casando com o meu companheiro.
Os olhos de Rony se arregalaram diante da acidez dela. Hermione tentou não dizer nada. Corou furiosamente e marchou em direção a porta.
-Mamãe, o buquê!
Ela voltou os passos e apanhou o pequeno arranjo de sobre o sofá.
-É melhor irmos. – anunciou.
-Tabby deveria se trocar antes. – Gina disse para Rony – Imagino que Hermione não tenha visto o belo vestido que mamãe FEZ para Tabby usar.
Rony olhou para Hermione e então para Tabby.
-Eu o vi sim, e não gostei. Agora, se todos estiverem de acordo, eu gostaria de acabar logo com isso! – Hermione disse furiosa.
Tabby agarrou-se no pescoço de Rony meio surpresa. Meio chocada.
-Isso, mostre para sua filha o quão vil você é. – disparou Gina.
-O que???
-Primeiro abandona meu irmão, esconde dela a filha por cinco anos e quando volta, o engana, seduz e engravida! Tudo isso para faze-lo assumir uma família que ele nem queria ter tido! Esperava mais de você, Hermione! Nunca pensei que fosse tão...tão...ordinária!
Paralizada com a ofensa, ela só conseguiu pensar que sua filha estava ali ouvindo isso. Sua menina, que era capaz de entender tudo. Era o bastante daquela farça. Como pudera se iludir quando a tudo isso????
Longe de ter a explosao que eles esperavam, Hermione retirou o anel que ele lhe dera no dia seguinte ao exame de gravides e o deixou sobre a mesa de centro.
-Saiam da minha casa. – disse com voz baixa.
-Hermione... – Harry tentou argumentar.
-Por favor, eu quero que saiam. Rony, tira sua irmã daqui e avise sua família que acabou. Estão livres de mim. – aproximou-se e Tabby praticamente jogou-se no seu colo, abraçando-a bem forte.
Subiu quase correndo para o quarto. Lá dentro trancou a porta, que era enfeitiçada, e sentou-se na cama, com Tabby. Só percebeu que lágrimas corriam por seu rosto quando Tabby passou a palma da mão na sua bochecha.
-Não chora, mãe. Tia Ginny não disse por mal. Ela logo pede desculpas.
-Tabby, não é tão simples. Você não entende exatamente...
-Eu entendo sim, mãe. Tia Ginny disse que você é uma mulher...daquelas mulheres que a tia Millie chama de “mulheres da vida”. Mas não é não, mamãe. Eu sei disso. E o papai também.
-Ai, meu amor! – ela abraçou a menina forte – Eu sinto que não tenha a família que você queria tanto. Mas eu não posso passar por isso.... eu não consigo...
Era horrível admitir que estava sendo consolada pela sua filha de quatro anos.
Deitou-se na cama, sentindo como se houvese perdido o chão. Ouvi claramente o som de vozes no corredor. Provavelmente era Rony e Harry tentando desfazer o feitiço que ela fizera.
-Mamãe, talvez devesse deixar o papai entrar...coitado, ele queria casar, cuidar da gente. É a vovó que fica falando coisas. Eu já ouvi. E já tive que fingir que não ouvi. Não gosto que falem mal da tia Millie, nem de você. Nem da nossa vida. Mas eu ignorei.
Hermione olhou para a filha como se nunca fosse o bastante pensar: “nossa, como ela é esperta!”.
-Acha mesmo que seu pai vai segurar a barra? Ele é tão ligado a família.
-Eu também gosto dos meus tios, minhas primas, meus vôs. Mas a gente tenque saber medir o que ofende, do que ignorar.
-Então eu ezagerei?
-Hum-hum. – ela moveu a cabeça concordadno e sacodindo aqueles cachinhos fofos, adornados por uma coroazinha de flores.
-E devo me deixar enrolar por uma menina de quatro anos louca para ter o pai morando junto com ela?
-Isso aí, mamãe!
-Mas e se não der certo, Tabby? E se eu não agüentar e acabar estragando tudo de novo? E se eu magoar você, e esse bebê que vai nascer, como vou poder viver com essa culpa.
-Eu amo você mamãe, e meu irmanzinho também vai amar. Mas a gente só vai saber o que vai acontecer depois do casamento...
-Mas e se eu estrangular sua tia no meio da cerimônia? – tentou brincar para que ela sorrisse.
-Sem chances. O tio Harry é esperto o bastante para segurar a língua da tia Ginny. Ele já me disse isso varias vezes.
Hermione suspirou rendida. Sentindo que vencera Tabby desceu da cama e girou a chave na fechadura saindo e fechando a porta antes que eles entrasse. Ficou fitando Ginny, amplamente contrariada, Harry, com aquela cara de desespero de um padrinho e Rony, bem mais contrariado que qualquer um.




































Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 12) - Copyright 2002-2017
Contato: clique aqui

Moderadores:


Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.