FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 



(Pesquisar fics e autores/leitores)



 




 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

14. Se recuperando...


Fic: De forma inesperada RxHr Cap final on


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

 Capítulo 14

http://img69.imageshack.us/img69/8697/rxhdfi.jpg


Se recuperando...



 


Estava anoitecendo e Rony continuava desacordado. Hermione se mantinha em silêncio ao lado do ruivo, velando seu sono. Harry estava sentado um pouco mais afastado olhando distraidamente para o pomo de ouro deixado por Dumbledore.


 


- Hermione?


 


A garota levantou os olhos e encarou Harry.


 


- Acho que seria mais seguro se ficássemos vigiando a barraca. Podemos alternar durante a noite. O que acha?


 


- Tudo bem. - Concordou apenas por concordar, mal prestara atenção ao que Harry havia dito.


 


- Eu faço o primeiro turno, melhor você descansar. - Avisou já se levantando.


 


Hermione não protestou. Sentia-se tão fragilizada pelo estado de Rony. Colocou um colchão ao lado da cama dele e deitou ali mesmo.


 

 


.................................................................


 




Ela abriu os olhos e olhou assustada para a cama em que Rony dormia. Ele estava suando e falava frases desconexas e sem sentido. Postou-se de joelhos e colocou a mão sobre a testa do ruivo. Estava com febre; além de delirar, ele tremia muito.
 


 


Não teria como preparar uma poção para febre, os recursos eram limitados; lembrou-se do que sua mãe fazia quando ela era criança e tinha febre.
Levantou-se depressa, pegou panos limpos e um pouco de água. Fez um feitiço para refrigerar a água, molhou os panos e colocou as compressas geladas na testa do ruivo. Ele estava agarrado ao cobertor que o cobria; Hermione o destapou e retirou, com dificuldade, a camiseta que ele usava. Observou o peito forte e nu por alguns instantes. Sentia tanta falta de sentir aquele corpo forte contra o seu. Seu coração ficou apertado ao vê-lo tão frágil e enfermo.


 


Colocou uma compressa gelada sobre seu peito. Ele se mexeu e gemeu baixo.


 


- Desculpa Ron, mas é necessário. - Disse penalizada, colocando mais uma compressa fria sobre o peito alvo e definido do ruivo.


 


Aos poucos ele foi se acalmando. Hermione trocava as compressas à medida que elas ficavam quentes devido à temperatura elevada do corpo de Rony.


 


Após quase uma hora, notou que ele não tremia e nem suava mais. Era um bom sinal, a febre certamente começara a ceder.


 
 


....


 
 


Na manhã seguinte, tanto Harry quanto Hermione estavam exaustos. Haviam dormido pouco e muito mal.


 
 


- Hermione, não temos absolutamente nada para comer. - Constatou Harry desapontado.



 


- Eu sei. - Disse derrotada. – Eu volto logo.


 


- Mas Mione...


 


- Cuide do Rony. - Disse prática e conclusiva.


 


Harry não ousou contestar a amiga, afinal seria inútil.


 
 
 


......................................................



 


 


Quando Hermione voltou encontrou Rony acordado. Embora ainda mantivesse o tom esverdeado, a febre estava baixa e ele parecia consciente. Se aproximou da cama e tocou em seu rosto, para verificar sua temperatura.



 


Rony fechou os olhos ao sentir seu toque. Ela sorriu ao ver a expressão de contentamento dele.



 


- Você parece bem melhor?



 


- Er... acho que vou sobreviver. - Brincou.



 


- Vaso ruim não quebra fácil.



 


- Ãh? - Ergueu as sobrancelhas interrogativamente.


 


- É um ditado trouxa, esquece. - Explicou sorrindo, feliz em vê-lo bem. - Vou fazer algo para você comer.


 


 


- Nossa, estou mesmo morrendo de fome.


 
 


- Acho que ele já está mesmo recuperado. - Falou Harry se aproximando dos dois. Os três riram aliviados. Apesar dos pesares estavam todos bem!



 


Depois de três dias, Rony estava muito melhor, a febre havia cessado por completo e seu tom de pele voltado ao normal.



 


....................................................



 


- Olá. - Cumprimentou Rony ao ver a amiga se aproximar.
 


- É minha vez. Pode ir dormir um pouco. Hermione pegou sua varinha e sentou-se ao lado de Rony.



Ele a puxou pela cintura com o braço livre, pois o outro continuava preso por uma tipóia, para mais perto do seu corpo.



Hermione sentiu um tremor e tentou protestar, mas não o fez.
 


- O Harry está dormindo? - Perguntou baixo, os lábios quase colados ao rosto dela.
 


- Sim. - Respondeu de forma ríspida. - Você precisa descansar Rony. - Alertou preocupada.




- Mas eu me sinto ótimo. - Barganhou, beijando delicadamente o pescoço dela.
 


Hermione respirou pesadamente, um calor invadindo seu corpo ao sentir os lábios de Rony sugando gentilmente seu pescoço.
 


- Ron....



O ruivo ergueu a cabeça e a encarou, ela perdeu-se na imensidão azul dos olhos dele e agarrou-se em seu pescoço dando-lhe um beijo profundo que foi correspondido na mesma intensidade.



O toque de Rony era mágico, tinha o poder de fazer seu corpo reagir com violência. E acabava sendo impulsiva, deixava-se levar pelos instintos.



A saudade que sentiam dos lábios um do outro fazia o beijo cada vez mais urgente e faminto. As línguas se buscavam com luxúria. Os corações batiam num ritmo acelerado e os corpos estavam em chamas. Rony já sentia seu membro rijo e comprimido dentro do jeans.
 


Hermione sabia que não deviam, Harry poderia ver, e Rony ainda estava se recuperando, mas ela não se atreveu a protestar quando Rony aproximou ainda mais os corpos.
 


Aos poucos o beijou foi se tornando mais calmo, Rony explorava cuidadosamente a sua boca, sugando gentilmente o lábio inferior e depois o superior. Hermione suspirava e gemia baixo a cada toque.
 


Aqueles gemidos o deixavam completamente fora de si, e na ânsia por mais contato, Rony retirou o braço da tipóia para abraçá-la e a trazer para mais perto, mas quando o moveu, sem nenhum cuidado, sentiu uma fisgada profunda; o forte gemido de dor assustou Hermione.
 
 


- Ron... você está bem?



- Sim. - Mentiu o ruivo, embora sua cara não a enganasse.



- Melhor você entrar e descansar. - Disse Hermione culpada.



Rony sentiu o braço latejar de dor. Bufou audivelmente frustrado e aborrecido, e resolveu ir dormir.

 


- Boa noite. - Disse num tom decepcionado.
 


- Ron? - Hermione levantou-se e ficou de frente para o ruivo.
 


- Boa noite. - sussurrou se aproximando dele, Rony fechou os olhos e esqueceu, momentaneamente, a dor ao sentir o toque suave e macio dos lábios de Hermione.



- Agora, vai dormir. Precisamos que se recupere logo. - Hermione sorriu maliciosamente e voltou para o seu posto de vigia.


 


Rony entrou na barraca totalmente esquecido da dor, embora ela continuasse ali.






.........

N/A: Gente, essa parte, antes da Fic ser deletada, era parte do Capítulo 13, mas como eu acrescentei uns detalhes no capítulo que postei anteontem, resolvi transformar essa parte do Capítulo em um novo capítulo :)
Bom, a Fic terá um capítulo a mais, só isso...rs...

Obrigada por todos os comentários... amo cada vez que venho aqui e tem algo para eu ler :)
 

Michelle M. Rossi
, pode ter certeza que o sonho de todo o escritor é conseguir fazer com que o leitor se sinta dentro da história, sinta o que as personagens sentem... Quando li seu comment quase não coube em mim de tanta felicidade... Muito obrigada pelo teu reconhecimento... 

Viviane Barreda, também acho que ela deve ter ficado muito nervosa quando ele estrunchou... tomara que no filme eles enfatizem o sofrimento dela!
 
Tia Carolis, brigada pelos comments e pelo carinho... Vcs são meu maior motivo de escrever... E estou trabalhando arduamente no Cap. 32 :)

Letícia M. Klein, ah eu sonho todos os dias com os momentos que veremos nos últimos dois filmes entre eles... Vi seus comments nas minhas outras Fics... muito obrigada, amei cada um deles :)

Cleidz, bom, como disse eu dividi o 13, talvez o Cap. que tu esteja esperando seja o próximo... 
 
Sociedade Sul, nem esquenta... Sei q vc comenta sempre que dá... e como sabe adoro seus comments, são sempre muito peculiares e sinceros :)

 

Bjs e até até p próximo capítulo!!!!

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 2

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por fabiane lopes em 08/05/2011

ta lindo amor continue assim tem todo o meu apoio

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Ana Carolina Martins em 27/04/2011

Me senti como se estivesse do lado deles assistindo tudo. Tô morrendo aqui. KKK

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 12) - Copyright 2002-2017
Contato: clique aqui

Moderadores:


Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.