FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 



(Pesquisar fics e autores/leitores)



 




 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

27. Oficializando


Fic: Os sentimentos de Rony NC17 RxH - Cap final


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

CAPÍTULO 27


 


 


 


Hermione ainda tentava assimilar se o que estava acontecendo era mesmo real, seu coração ainda não havia voltado a bater normalmente.


 


Ela era monitora, não devia se expor diante de todos os colegas de casa, mas sinceramente isso no momento não importava. Estava demasiadamente feliz e levemente tonta. Afinal fora pega desprevenida e o toque quente dos lábios de Rony sempre a deixava desnorteada.


Ele a surpreendia positivamente cada vez mais.


 


Assim que passaram pelo buraco do retrato da mulher gorda, Rony tomou sua mão na dele, entrelaçando os dedos gentilmente, saíram andando pelo corredor de mãos dadas, chamando a atenção de muitos alunos, inclusive de Malfoy, que os olhou desdenhosamente.


 


- Pode existir coisa mais deprimente e repugnante? A sangue-ruim e o pobretão Weasley juntos... – ele e seus dois capangas riram debochadamente.


 


Mas tanto Rony quanto Hermione ignoraram o comentário. Nem mesmo Malfoy poderia estragar aquele momento. Estavam cegos e surdos as demais pessoas, só enxergavam e ouviam um ao outro.


 


Notando que mais ninguém além dele e de seus dois colegas havia achado seu comentário engraçado, Malfoy bufou furioso e acompanhou com olhos faiscando o percurso de Rony e Hermione.


 


 


....................................................................................


 


 


 


Harry se perguntou desde quando seus melhores amigos estavam ficando sem que ele soubesse de nada.


 


Sim, estava feliz por eles, afinal percebera que Rony gostava de Hermione antes mesmo do próprio amigo e sabia que mais cedo ou mais tarde isso aconteceria, mas precisava admitir que se sentiria um pouco estranho quando estivessem só os três. Precisaria de um tempo para se acostumar.


Estava sendo egoísta, sabia disso, e procurou afugentar tais pensamentos.


 


Nunca vira Rony tão feliz e exultante, nem mesmo quando conseguira a vaga de goleiro lembrava-se de ter visto um sorriso tão intenso e sincero no rosto do amigo. E não podia culpá-lo, podia?


Afinal, ele próprio sentia-se imensamente feliz de estar com Gina. Descobrira com ela o que significava realmente gostar de alguém.


 


 


.......................................................................


 


 


Lilá ainda olhava incrédula para Rony e Hermione durante o jantar. Sim, ela sabia que Rony gostava de Hermione e isso há mais ou menos dois anos, mas sempre imaginara que poderia fazê-lo esquecê-la.


Havia sido tão dedicada nesta tarefa... o que havia dado errado afinal?


 


Hermione era chata, estudiosa demais, certinha demais, isso sem mencionar seus cabelos. O que ele vira nela? Lilá poderia apostar a própria varinha que ela nem mesmo sabia como satisfazê-lo.


Pareceu-lhe muito mais conveniente ignorar todas as notórias qualidades das quais a colega de quarto era dotada. “Grande coisa ser inteligente, esperta e leal...”. Disse a si mesma, numa frustrada tentativa de convencer-se de que isso era realmente algo sem importância.


 


Mas eles estavam muito enganados se achavam que ela desistiria assim tão facilmente. Lavander não tinha a menor dúvida que poderia oferecer muito mais a ele do que Hermione. Conhecia Rony, sabia o quanto era viril e desejoso.


 


 


- Ei Rony... não olha agora, mas a Lilá está te olhando com uma cara  sinistra. – cochichou Harry que estava sentado ao lado do ruivo.


 


Rony ergueu a cabeça discretamente e seus olhos se encontraram momentaneamente com os da ex-namorada. Realmente ela tinha uma expressão estranhíssima no rosto. Ele tratou de desviar o olhar depressa e voltar a comer.


 


Hermione que ouvira o comentário de Harry também espiou discretamente. Uma sensação desagradável fez seu estomago afundar alguns centímetros.


 


- Talvez ela esteja com dor de barriga. Disse rindo com a boca cheia de purê de batatas e carne assada.


 


- Ronald. – ralhou Hermione.


 


- O que foi Mione? – perguntou colocando outra farta garfada na boca.


 


- Primeiro, não fale com a boca cheia; segundo pare de zombar da garota.


 


 


Ele a olhou parecendo profundamente envergonhado. Hermione estava certa (ela sempre estava), afinal alguma coisa estava chateando Lilá e talvez ele fosse o culpado.
E se caso fosse, lamentava muito, mas definitivamente não poderia fazer nada. E como Harry havia lhe dito: um dia ela esqueceria. E Rony torcia para que esse dia chegasse logo.


 


Harry e Rony terminaram o jantar e saíram apressados para o campo de quadribol. Harry só tinha conseguido horário livre, para marcar os treinos, durante aquela semana à noite. Gina que se recuperava de uma lesão no braço, causada por um balaço errante no último treino, havia sido dispensada.


Feito que ela havia conseguido, segundo Rony, apenas por ser a namorada do capitão do time.


 


 


Assim que os dois se despediram, Hermione olhou mais uma vez para a garota que parecia extremamente infeliz e desviou os olhos para a esquerda encontrando os de Gina a mirando interrogativamente.


 


- O que foi? – perguntou suspirando resignada.


 


- É impressão minha ou você está com pena da Lilá? – questionou Gina ligeiramente incrédula.


 


- E se estiver? – confessou Hermione parecendo desconfortável.


 


- Ah Mione por favor né... ela não teve pena de você quando agarrou o Rony na frente de todo mundo. – exasperou-se a ruiva.


 


- Sim, mas... eu e o Rony nunca... bem a gente nunca tinha tido nada um com o outro quando eles... ficaram. – a lembrança dos dois aos beijos ainda lhe causava um profundo desgosto.


 


Isso era verdade e Gina não poderia argumentar.


Embora fosse bastante evidente que sentiam alguma coisa um pelo outro desde... desde sempre, não havia nada de fato entre eles além de amizade.


 


- Mas você acha que ela teria se importado mesmo que soubesse que você gostava do Rony? – tentou Gina pensativa.


 


- Eu... eu... não sei... mas o fato é que não sou igual a ela Gina e fico chateada.


 


- E o que você pretende? Terminar com meu irmão por causa dos sentimentos da Lilá? – Ironizou a ruiva impaciente.


 


- É claro que não. – concluiu determinada, olhando mais uma vez para Lilá.


 


- Hermione?


 


A morena voltou a encarar Gina, esperando que ela continuasse falando.


 


- Desde quando você e o Rony estão...er... ficando? – perguntou Gina mudando de assunto e parecendo extremamente curiosa.


 


- Er... não faz muito tempo. – respondeu corando ao lembrar-se de tudo que eles já tinham feito juntos em tão pouco tempo.


 


- Não quero nem ver quando a Dona Molly ficar sabendo... ela é muito ciumenta quando se trata do Roniquinho. – confidenciou a ruiva divertida.


 


Hermione apenas riu junto com a amiga. Tudo ainda parecia tão surreal. Não havia parado para pensar na reação dos seus pais e na dos pais de Rony.


 


Mas... uma coisa de cada vez, depois se preocuparia com tais formalidades, como apresentações oficiais... Afinal tudo ainda era muito novo e recente, com exceção, é claro, do seu amor por Rony.


 


 


 


.....................................................................................................


 


 


Hermione queria muito poder ficar com Rony naquela noite. Após o beijo que ele dera nela pela manhã não tiveram mais nenhum contato íntimo, e ela ansiava por sentir os braços dele envolta da sua cintura a apertando firmemente contra seu peito e os lábios carnudos e macios a beijando fervorosamente na boca, no pescoço e em outros lugares que ela corava só de pensar.


A quentura da pele dele na sua aquecia seu coração. E se fosse sincera admitiria que não apenas seu coração, mas seu corpo todo. Arrepiou-se ao lembrar dos dedos ágeis e ousados dele deslizando gostosamente por sua intimidade.


“Merlim, era uma tarada, uma depravada!”


Mas estava tarde e não sabia que horas aqueles dois iriam voltar, sempre perdiam a noção do tempo quando estavam montados naquelas vassouras. Além disso, haviam conseguido uma autorização da professora Minerva para treinarem até mais tarde. A professora de Transfiguração não media esforços para ver sua casa levantar a taça de quadribol.


 


Colocou o pijama e deitou na cama, mas não conseguiu dormir, sentia o cheiro de Rony em sua pele. Ah, aquele cheiro a deixava louca!


Fechou os olhos e tentou afugentar os pensamentos profanos que não a deixavam mais em paz ultimamente.


 


 


...................................................................................................


 


 


Harry e Rony estavam cansados, sujos e congelando. O frio continuava intenso e ar gélido da noite era cortante.


 


Andavam apressados em direção a entrada com suas vassouras nos ombros, e embora estivessem exauridos e congelando pareciam realmente exultantes. Harry às vezes sequer lembrava-se de que Voldemort tinha retornado e que viviam tempos difíceis. Estava feliz, como nunca estivera antes, por estar ao lado de Gina e estava feliz por Rony e Hermione também. Afinal, seria bom não vê-los brigando o tempo todo, embora achasse difícil que as brigas tivessem realmente um fim.


 


- Você chegou tarde ontem à noite. Será que posso saber onde esteve Weasley? Com quem esteve não precisa dizer, posso deduzir sozinho. – disse Harry sorrindo maliciosamente.


 


- Não, não pode Potter. – respondeu o ruivo no mesmo tom.



Apesar do evidente cansaço, Rony pensou no quanto seria bom poder dar uns beijos em Hermione antes de dormir, sentir o cheiro inebriante dela e o calor gostoso e acolhedor do seu corpo. Mas sabia que as chances de encontrá-la acordada o esperando eram remotas.



Depois de um demorado banho morno, ele e Harry foram direto para a sala comunal da grifinória, a qual, como previra, estava completamente vazia. Mas sentia-se tão cansado que sequer teve tempo para lamentar.

Subiram as escadas em direção ao dormitório masculino o mais rápido que as pernas exaustas permitiram. As camas nunca lhes pareceram tão atrativas e aconchegantes. Ambos desabaram sobre elas gemendo de contentamento. Não demorou muito para que estivessem dormindo pesadamente.


 


...............................................................


 


N/A: Gente, o capítulo 28 já está quase pronto e só tenho uma coisa a dizer... está ficando muito fofo...


 


Comments:


 


Naninha F. , ai está o capítulo 27, será q continuará ansiosa pelo próximo? : ) Bjs


Lua Tonks, aleluia mesmo... demorou mas finalmente esses dois estão juntos... e vê se n some mais heim...


 Viviane Barreda, acho que a Lilá vai dar um pouquinho de trabalho p eles futuramente...


byahh, atualizei... e espero que goste e que continue acompanhando a Fic...


Anna.Weasley, vc sumiu? Tá tudo bem?


Lady Fani Weasley, finalmente consegui atualizar... espero que continue acompanhando a Fic na comu tbm...


johnatan henrique, vc andava meio sumido né... q bom saber que continua lendo a Fic...


Gi B Weasley, brigada pelo elogio : )


MayBlack, seja bem-vinda... brigada pelo elogio e espero que continue lendo e comentando...


Fabi Rosa, valeu pelo incentivo...


Sociedade Sul, estou sentindo falta dos seus comentários... 


Queridos leitores, muito obrigada por comentarem e, para não perder o costume, continuem comentando....hehehe... Bjs para todos!

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 12) - Copyright 2002-2017
Contato: clique aqui

Moderadores:


Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.