FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 



(Pesquisar fics e autores/leitores)



 




 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

1. O recomeço


Fic: Dois dias depois RonXHermione


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Dois dias depois da batalha de Hogwarts




...

Hermione abriu os olhos e levou um tempo para reconhecer o local em que estava. 
Quando finalmente sua íris se acostumou com a claridade que inundava o ambiente, maneou a cabeça lentamente para a direita e pôde ver Gina dormindo tranquilamente na cama ao lado.


 


Sorriu para si mesma ao lembrar-se que tudo tinha finalmente acabado.


 


Embora as perdas tivessem sido inevitáveis, a guerra não existia mais. Tudo que tinham a fazer agora era juntar os pedaços e recomeçar.


 


Como se fosse fácil esquecer todas as coisas terríveis pelas quais haviam passado. Constatou amargurada.


 


Hermione lembrou-se de Fred e sentiu os olhos lacrimejarem.


 


“E se tivesse sido Rony?” Ela fechou os olhos lentamente e as lágrimas caíram silenciosas.


 


Mas não havia sido Rony. E ela agradecia intimamente por isso.


 


Suspirou pesadamente e sentiu vergonha de si mesma. Como poderia estar feliz enquanto tantas pessoas estavam sofrendo desesperadamente?!


 


Teve vontade de ir até o quarto de Rony e beijá-lo até não ter mais forças. Ainda tinha o gosto dele impregnado nos seus lábios e isso era deliberadamente maravilhoso.


 



De repente se deu conta de que uma pergunta martelava insistentemente em sua cabeça:


 



“Como seriam as coisas entre eles agora? O que diriam um ao outro?”


 



Teve tanto medo de perdê-lo. Teve medo de jamais sentir o gosto dele outra vez, medo de nunca poder dizer tudo o que sentia; de poder dizer o quanto ele era corajoso, leal, amigo, o quanto era especial.


 



Agora eles teriam tempo, mas ela ainda tinha muitos receios e dúvidas. E se Ron não gostasse dela? Se não quisesse ficar com ela? E se aquele beijo não tivesse significado nada?


 



Se mexeu inquieta na cama, o sono havia definitivamente a abandonado por completo.  Levantou-se, tomou um banho rápido, vestiu a única roupa que tinha ali, uma calça jeans e uma blusa azul escuro de mangas longas, e desceu. Parou no último degrau e olhou atentamente para todos os detalhes daquele lugar.


 



A casa era humilde, realmente muito simples, mas era confortável e aconchegante. Como deveria ser uma casa habitada por Weasleys.


 



O cheiro de pão recém saído do forno invadiu suas narinas. Seu estômago se manifestou roncando alto. Ela estava mesmo com fome.  Não se alimentava bem há meses.


 



Chegou à cozinha e encontrou a mesa posta. Além de pão novinho, havia manteiga, geleias, panquecas e, é claro, ovos com bacon.


 



- Bom dia querida, dormiu bem? Perguntou bondosamente a senhora.


 


- Sim, muito bem Sra. Weasley.


 



Percebeu que a mulher tinha os olhos vermelhos e o rosto inchado. Sentiu um aperto forte no peito.  As coisas definitivamente não seriam fáceis, certamente levaria muito tempo até que todas as feridas deixadas pela guerra cicatrizassem.


 



- Onde está a Gina, Hermione, ainda dormindo?


 



- Ela estava acordando quando saí do banho, já deve estar descendo.


 



- Vamos lá querida, sirva-se, sirva-se. Molly sorriu e colocou mais suco de abobora na mesa, mas era um sorriso triste, carregado de dor.


 



Quando Hermione estava servindo suco ouviu barulho nas escadas, virou-se e viu Harry e Rony descendo com caras de sono.


 



Ainda era estranho pensar que tudo estava acabado, era estranho saber que não teriam que fugir a qualquer momento.  Harry estava livre. Olhou para o amigo e percebeu que ele parecia abatido, triste. Na verdade, todos estavam abatidos e tristes.


 



O enterro de Lupim, Tonks e Fred havia sido no dia anterior. Fazia apenas dois dias que tudo havia acabado. As marcas e os horrores daquela loucura toda ainda estavam vivas demais, presentes demais.


 



Rony permanecera calado durante toda a cerimônia e assim que chegaram na Toca foi direto para o quarto sem falar com ninguém.


 



O ruivo também tinha os olhos vermelhos e inchados. O que Hermione achou estranho, afinal não o tinha visto chorar durante todo o enterro.


 



Rony não olhou para ninguém ao sentar-se na mesa. Serviu um pouco de suco, encheu o prato com ovos e comeu em silêncio.


 


Ninguém parecia realmente disposto a falar.


 



Jorge não quis descer para o café. Na verdade, passou o dia todo trancado no quarto, e todos respeitaram sua decisão. Sabiam o quanto estava sendo difícil para ele.


 



........................................................


 




O dia estava ensolarado e a temperatura muito agradável. Hermione sentou-se perto da entrada da Toca e ficou olhando o céu azul. 
A paisagem ali era realmente bonita. De onde estava podia ver Harry e Gina sentados à sombra de uma árvore. Eles não sorriam e nem mesmo falavam, mas ela tinha impressão de que reconfortavam um ao outro com olhares e carinhos discretos.


 


Suspirou profundamente e voltou a olhar o céu incrivelmente azul. Uma brisa suave tocou seu rosto e ela fechou os olhos aproveitando toda aquela sensação de liberdade.


 



Abriu os olhos depressa quando ouviu barulho de passos. Rony estava vindo em sua direção de cabeça baixa e com as mãos no bolso.


 



Sentou-se ao lado dela sem dizer nada.  Hermione o olhou e sentiu seu peito se aquecer.


 



Era algo realmente inexplicável, mas a simples presença de Rony parecia preencher qualquer vazio dentro dela.


 



Os dois se mantiveram em silêncio por um longo tempo...


 


- Hermione? - Rony tinha um tom de voz baixo e triste.


 


- Sim.


 


- Você... hum... quer dar um volta?


 



Rony agora olhava para ela. Hermione sentiu uma fisgada e um aperto forte no peito. Havia tanta dor nos olhos dele, teve vontade de abraçá-lo, de dizer que tudo estava bem agora.


 



- Quero sim.


 



O ruivo se levantou e, sem que Hermione esperasse, pegou na sua mão, entrelaçou os dedos nos seus e apertou gentilmente. Aquele toque foi mais que suficiente para que o corpo dela reagisse, sentiu um frio percorrer sua espinha e ao mesmo tempo uma onda de calor aquecer seu coração.


 



Seguiram andando em silêncio, e quando chegaram ao alto de uma colina, onde o gramado era baixo e havia algumas poucas árvores, Rony sugeriu que sentassem. As mãos permaneceram unidas e Hermione as olhava com adoração.


 



A temperatura ali era mais baixa, mas o sol que os banhava impedia que sentissem frio.


 



Normalmente o silêncio entre eles era assustador para Hermione, mas hoje era quase acolhedor, reconfortante. Eles finalmente pareciam ter ultrapassado aquela barreira.


 



- Hermione, como vai ser agora? Minha mãe... ela... meu pai, eles não vão suportar essa perda. E o que vai ser do Jorge?! - disparou Rony de repente, a voz embargada.


 



Hermione o encarou pesarosa, percebeu que nunca havia visto tanta dor e desespero nos olhos dele.


 



Ela engoliu em seco e sentiu a garganta doer. Não tinha respostas para Rony.


 



Nada do que ela dissesse iria realmente confortá-lo, e na falta de palavras achou que a única coisa sensata a fazer era abraçá-lo. Jogou os braços em volta do pescoço de Ron e o abraçou o mais forte que pode.


 



Apesar das mortes, das feridas, eles tinham um ao outro. Rony fechou os olhos e deixou que as lágrimas caíssem. Estava tão feliz de ter Hermione em seus braços. Ela estava viva, ele podia sentir o calor que emanava do corpo dela, o cheiro, a pele macia.


 



- Obrigado Hermione. - Ele disse ainda a abraçando forte.


 


- Pelo que Ron? - Perguntou baixinho, bem perto do ouvido do ruivo.


 


- Por existir!


 


Hermione sorriu e se aninhou no peito de Rony, que ficou alisando seus cabelos, enquanto permaneciam sentados em silêncio observando o horizonte.


 


 


 


 


....................................................

N/A.: Críticas esugestões são sempre bem-vindas!


Aguardo os comentários de vcs. Obrigada a todos que leram, e um super agradecimento a Viviane Barreda pela betagem.
Bjs!!!

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 11

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por FireboltVioleta em 23/02/2013

Ah, linda demais!!
Leia as minhas fics também... todas Rony e Hermione...
Beijos! 

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Andye em 26/04/2012

Simplesmente linda. Emocionante e totalemente envolvente. Parabéns!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Marina Bergstrom Paredes em 21/08/2011

Nossa,eu chorei lendo essa fic,muito linda mesmo,parabéns!
Por favor leia a minha fic,Mentindo para que,adoraria saber sua opinião...

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Anne A. em 12/06/2011

Muito boa!!!

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por LelecrisMalfoy em 10/06/2011

adorei!!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Anaah Potter Lover em 08/06/2011

Ai lindo... e triste. Eu ainda não acredito que o Fred morreu, e a reação que o Jorge teve na sua fic foi a mesma reação que eu imaginei. Continua, continua, continua *-*

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por DeehCoelho em 01/06/2011

Liiindaaa ")

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Nessah em 12/04/2011

Amei... de mais...

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por gabyhosanas em 26/03/2011

Amei... que triste, noossaaa

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Eduarda Vasconcelos em 18/03/2011

Lindo,eu te chorei! "/ e particulamente adoro o jeito q vc fala do nosso casal.Ja li um bom numero d fic`s e as suas descrevem como J.K. os descreveu em toda a saga...muito bom mesmo!! E continue escrevendo muuuuito sobre eles. Bjsss

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por barbara aguiar azevedo em 11/03/2011

eu adoreii!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 12) - Copyright 2002-2017
Contato: clique aqui

Moderadores:


Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.