FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 



(Pesquisar fics e autores/leitores)



 




 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

21. O presente


Fic: Os sentimentos de Rony NC17 RxH - Cap final


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

CAPÍTULO 21

O presente




Gina saiu o mais depressa que pôde e fechou a porta. Rony continuou parado de costas para Hermione olhando pela janela. Ele tentava controlar sua raiva e frustração.


"O que é isso afinal, um complor?" Será que nunca conseguiria beijar Hermione.

- Posso abrir? - Perguntou Hermione assim que se recobrou do susto e sua respiração se regularizou.


- Claro, mas... acho melhor fazer isso depois ou a mamãe vai vir pessoalmente atrás da gente. - Ele se virou e olhou para Hermione.


Ela sorriu e os dois desceram. Mas antes de ir para a cozinha, Hermione deixou a caixa sobre sua cama no quarto de Gina. Estava muito ansiosa para abrir o presente que Rony havia lhe dado, mas achou melhor descer logo. A Sra. Weasley não gostava de chamar mais de uma vez, principalmente quando se tratava das refeições.


A morena devorou sua tigela de doce o mais rápido que pôde, e assim que teve oportunidade subiu depressa para o quarto.


Pegou a caixa nas mãos e a observou por alguns instantes antes de abri-la. Percebeu que caixa, que era preta e de veludo, era linda por si só, mas ela não podia negar que estava morrendo de curiosidade para descobrir o que havia ali dentro.


Quando Hermione finalmente vislumbrou o conteúdo da embalagem, seu rosto assumiu uma expressão indecifrável. Por alguns segundos ela não sabia se sorria ou se chorava.


Pegou a corrente nas mãos e a observou com calma. Era prateada e toda trabalhada, tinha um ar envelhecido, como as jóias medievais. Mas o mais impressionante era sem dúvida o pingente.


Ela reconheceu a figura imediatamente, e embora não lembrasse do significado exato do símbolo, sabia que era Celta. Os Celtas haviam criado esculturas e símbolos extraordinários. Se perguntou se Ron sabia da importância da cultura celta e dos seus símbolos.


Ficou realmente impressionada quando leu o cartão que estava junto à corrente dentro da caixa.


Mione,


Esta figura da mitologia celta significa o nó que enlaça todas as coisas que não tem fim. Ela significa que estamos interligados e que de alguma forma para a evolução de um precisa-se da evolução do outro. O nó Celta não tem ponta, ou seja, ele não tem começo nem fim; parece estar sempre em movimento e simboliza o amor infinito.


Com carinho,


Ron


Ela definitivamente agora tinha as faces molhadas por muitas lágrimas que insistiam em cair desmedidamente.


Sentiu uma vontade incontrolável de levantar e dançar um mambo, mas suas pernas estavam frouxas. E seu peito subiu e descia numa velocidade incrível.


Precisava agradecer a Ron. Aquele era o presente mais lindo que já havia ganhado em toda a sua vida. Nunca imaginou que Ron pudesse conhecer a mitologia celta. Ele realmente sabia surpreendê-la. E a cada dia o amava mais. Sim, ela o amava, e muito.


Lembrou dos dois no quarto dele há algumas horas atrás. Mérlim, ele ia beijá-la... E como ela desejou que aquele beijo tivesse acontecido. Mas Gina... (quase sentiu ódio da amiga)... havia estragado tudo. “Ok, ela não teve culpa nem mesmo intenção.” Pensou em consolo.


Hermione ainda segurava a corrente contra o peito. Fitou mais uma vez o pingente e se perguntou se poderia existir uma jóia mais linda do que aquela?


Definitivamente não. E não era apenas a beleza da jóia que a fazia especial. Aquele era um dos símbolos mais representativas da história da humanidade. Sem falar que pouquíssimas pessoas o conheciam em sua essência.


De repente seu rosto assumiu uma expressão preocupada.


“O Rony deve ter gastado uma fortuna para comprá-la.” Por um momento se sentiu mal em saber que ele tinha gastado tanto dinheiro com ela. Mas não deixaria que isso estragasse a felicidade que estava sentindo. "E depois ele não teria comprado se não pudesse."


Ela guardou o cartão e a corrente na caixa e enxugou as lágrimas rapidamente. Não queria que Gina entrasse ali e a encontrasse chorando.


Lavou o rosto e voltou para a sala com um sorriso idiota nos lábios, o qual ela tentava inutilmente conter. 
Olhava com tanta devoção para Rony que parecia que era a primeira vez que o via.


O ruivo retribuiu o sorriso e o olhar. Alguma coisa estava realmente mudando entre eles. E o fato de Hermione querer ficar com ele lhe pareceu muito mais plausível.


Ela não havia recuado dessa vez. Tudo bem que ele não chegou a beijá-la, mas estava fazendo tudo sem pressa, e ela ficou parada, com os olhos fechados e os lábios entreabertos, como se esperasse ansiosamente pelo beijo. Rony sentiu um arrepio ao lembrar daquela cena. Ela estava deliberadamente linda naquele momento.


Não sabia se Hermione já tinha aberto seu presente, mas julgando pela maneira como o olhava e sorria era bem provável que sim.


Quando todos se despediram e foram finalmente dormir, Rony tomou coragem e sussurrou no ouvido de Hermione, fazendo a garota se arrepiar inteira:


- Me encontra aqui na sala daqui uma hora?


Ela não respondeu, apenas confirmou com um aceno de cabeça.


O que estava acontecendo com sua voz afinal, ultimamente a perdia com muita facilidade.



................................................................




- Hermione, desculpa por ter entrado no quarto do Ron... e bem...ter atrapalhado vocês. - Falou Gina assim que elas fecharam a porta do quarto.


Hermione sentiu as bochechas esquentarem instantaneamente.


- Do que está falando Gina, não estávamos fazendo nada que pudesse atrapalhar.


- Ah Mione corta essa, eu vi a cara de vocês dois quando eu entrei. Ficaram vermelhos iguais a dois pimentões. E você está vermelha de novo ó. - A ruiva apontou para as bochechas coradas de Hermione.


A morena tocou no rosto e viu que estava extremamente quente.


- Er... ele só estava me entregando meu presente de natal. - Falou displicente.


- Sério? O que ele te deu? - Perguntou a ruiva muito curiosa.


Hermione abriu a caixa e mostrou a corrente com o pingente para Gina.


- Uau... é linda.


- É... realmente é linda. - Hermione tinha um olhar sonhador e um sorriso bobo no rosto.


- O Rony está realmente apaixonado para ter comprado algo tão lindo e... caro.


- Não seja boba Gina. - Ele sempre me deu presente de natal.


- Sim... sempre te deu livros. - A ruiva enfatizou a última palavra. - Mas sabe, fico feliz que meu irmãozinho esteja descobrindo e assumindo seus sentimentos, já não era sem tempo.


- Ginevra, você está imaginando coisas, essa sua cabecinha é mesmo muito fértil.


- Se você prefere acreditar nisso, ok. Boa noite, Mione.


Hermione riu contra os travesseiros para que a amiga não visse. Será que Gina poderia estar certa? Ela torcia intimamente que sim! Se sentia tão feliz, e o motivo de tamanha felicidade tinha nome e sobrenome: Ronald Billius Weasley.

Era quase inacreditável que já tivesse sofrido tanto por causa dele durante aquele ano. Mas ela defivinitivamente não queria pensar nisso agora, não mesmo.


Os minutos pareciam não passar nunca, e ela já estava começando a se sentir sonolenta.

Quando faltavam 10 minutos para fechar uma hora desde que tinham deixado a sala da Toca para dormir, Hermione vestiu suas roupas, calçou os tênis e desceu, procurando fazer o mínimo de barulho possível.


Estava tudo calmo e silencioso. Rony ainda não estava ali. Teve medo que ele não aparecesse. Se sentiria uma perfeita idiota se ele não aparecesse, mas precisava correr o risco. Seu coração implorava para que corresse esse risco.


Sentou em uma poltrona e, sem que pudesse controlar, seus olhos foram se fechando vagarosamente, estava com muito sono.


- Hermione.
Rony se abaixou ao lado da poltrona e chamou baixinho, para evitar que ela se assustasse, mas não adiantou muito, Hermione se sobressaltou e o olhou assustada.


- Rony...er...eu peguei no sono. - Esclareceu Hermione enquanto esfregava os olhos para enxergar melhor.


- Percebi. - Ele disse sorrindo.


Era incrível como Hermione tinha se tornado bonita aos olhos do ruivo, e cada gesto dela, por mais despretendido que fosse, parecia despertar um vulcão dentro dele.

Ela sorriu de volta e eles ficaram ali apenas se olhando. Ele perdido nos castanhos e ela no oceano azul que eram os olhos de Rony. Teve medo de ser tragada para dentro deles, tamanho era a intensidade daquele olhar.


 






....................................................................................


N. da A.: Ai genteeee... acho que as coisas vão começar a esquentar entre esses dois FINALMENTE...


Bjs a todos... e não esqueçam de dizer o que estão achando tá?!

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Camys Lovegood em 18/10/2012

Lindos <3

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 12) - Copyright 2002-2017
Contato: clique aqui

Moderadores:


Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.