FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 



(Pesquisar fics e autores/leitores)



 




 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

17. Hogsmead


Fic: Os sentimentos de Rony NC17 RxH - Cap final


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________




O sábado, para a felicidade dos alunos de Hogwarts, amanheceu ensolarado, e, apesar do frio, o dia estava bastante convidativo para um passeio ao ar livre.


Mas, embora o dia estivesse bonito e agradável, Ron e Hermione não pareciam muito animados com a visita a Hogsmead.


- Ai Mione,  eu já falei, eles não estão juntos. - Falou Gina baixinho enquanto os quatros mais Nevelli e Luna caminhavam em direção as carruagens que os levariam até Hogsmead.


- E que diferença faz isso Gina? - Perguntou Hermione irritada.


A ruiva apenas revirou os olhos e não disse mais nada. Hermione não iria admitir nunca mesmo.


O percurso até Hogsmead foi silencioso. Harry e Gina trocavam olhares ansiosos, como se temessem uma briga a qualquer momento. Mas Hermione parecia bastante distraída com paisagem e Ron muito interessado nas próprias mãos, o que sugeria que não estavam dispostos a discussões acaloradas.



......................................... 




Já na loja da Madame Malkin, a maior e mais variada da cidade, os garotos se dispersaram, para que pudessem escolher e comprar os presentes de natal uns dos outros.



Hermione olhava os livros no andar de cima da loja, na esperança de encontrar algum que ainda não tivesse lido, e pôde ver através das prateleiras Rony na seção feminina, que também ficava naquele andar. Ele parecia extremamente perdido e apavorado olhando para todos aqueles artigos, os quais a maioria ele não devia fazer a mínima idéia para que servia.


Ela se permitiu sorrir ao perceber que ele olhava ansioso para todos os lados talvez na esperança de que alguém surgisse para lhe ajudar.


Hermione teve ímpetos de oferecer-se para ajudá-lo, mas não o fez. Ele ficava tão bonitinho atrapalhado.


Rony mexia desajeitado nos objetos delicados e acabou batendo, sem nem mesmo perceber, em um vidro pequeno de perfume. Mas antes que o vidro alcançasse o chão e se espatifasse, Hermione o levitou com a varinha de volta a prateleira. O ruivo se virou assustado e olhou meio boquiaberto para a garota, a qual ele não tinha visto ali até então.


- Er... Obrigado Mione. - Falou humilde, colocando as mãos no bolso, talvez por medo de derrubar mais alguma coisa.


Hermione tentou ser fria e rude, mas quem conseguiria diante daquele olhar?! “Concentre-se.” Disse a si mesma.


- Você tem que ter mais cuidado Ronald, ou vai acabar quebrando a loja toda.


Ela não iria ceder e lhe entregar um sorriso assim tão fácil.


Ele passou as mãos pelos cabelos de forma apreensiva. Não estava nervoso pelo simples fato de ter que comprar um presente para Gina e não ter a menor noção do que levaria para a irmã. Estava apavorado por estar sozinho com Hermione. Sempre ficava desorientado perto dela e acabava se portando como um idiota.


- Er... Hermione... - Ron a chamou receoso; teve medo que ela gritasse ou lhe estuporasse ali mesmo no meio da loja.


Ela apenas o fitou, esperando que falasse.


Aqueles olhos castanhos e intensos queimaram o ruivo por dentro. Ele teve vontade de abraçá-la e beijá-la. Era impressionante como essa vontade crescia a cada dia.


- Será que você... er... poderia me ajudar a comprar alguma coisa para a Gina.


- Você já pensou em alguma coisa? - Ela perguntou agora um pouco mais branda.


- Não...mas... er... tem que ser algo que não custe muito caro. - Rony se sentia terrivelmente humilhado quando precisava expor o quanto era pobre, não que Hermione não soubesse, mas falar sobre isso sempre lhe causava uma certa amargura.


Hermione, depois dos dois olharem diversas prateleiras e objetos, acabou sugerindo que Ron levasse uma presilha verde, com duas estrelinhas da mesma cor na meio.


- Acho que ficaria linda nos cabelos vermelhos de Gina.


- Acho que sim. - Disse Rony incerto, afinal não entendia nada dessas coisas de mulher.


Ele ficou por um tempo olhando para o objeto sem dizer nada, mas Hermione percebeu que não prestava atenção exatamente ao que segurava na mão.


- Er... Hermione, você vai mesmo para a Bulgária no Natal? -Ron procurou conter o desprezo na voz, mas ainda assim ele ficou bem evidente. Hermione fingiu não notar, evitando mais um discussão.


Ela cogitou seriamente mentir, mas pareceu-lhe sem sentido fazer isso, visto que estava tendo uma conversa razoavelmente civilizada com Rony, o que a deixava realmente feliz.
Sentia muito falta de ouvir Rony apenas pronunciar seu nome. Algo que considerava totalmente insano. A necessidade que tinha de Rony era, na sua opinião, algo quase doentio, mas nao podia, ou não queria, evitar.


- Não, eu não vou.


Rony abriu seu melhor e maior sorriso e tentando disfarçar a euforia voltou a falar desajeitadamente:


- Bem... sendo assim, você poderia... er... digo você não quer ir passar o natal na Toca? O Harry vai.


Ela queria dizer mil vezes sim e se atirar no pescoço do ruivo, mas conteve-se.


- Bem...  talvez eu vá. - Falou petulante.


- A Gina ficaria feliz se você fosse. - Rony achou que certamente esse não era o melhor argumento que poderia usar, mas foi o único que se passou pela sua cabeça no momento.


Hermione não disse nada, apenas lhe lançou um olhar magoado e saiu em direção às prateleiras de poções.


“Então é isso. Ele me convidou apenas porque a Gina ficaria feliz?” Pensou Hermione amargurada.


Harry que estivera escutando a conversa dos amigos a distância, feliz da vida pelos dois terem voltado pelo menos a se falar, se aproximou de Rony, que olhava Hermione com uma expressão confusa.


- A Gina iria ficar feliz é? - Falou Harry divertido.


Rony sentiu as orelhas queimarem, mas ignorou o comentário do amigo.


Na volta de Hogsmead, no fim do dia, ele fez questão de sentar ao lado de Hermione. E assim que teve oportunidade chegou bem próximo ao ouvido dela, causando-lhe sensações que ele nem imaginava ser capaz, e sussurrou o mais baixo que pôde, para que apenas ela escutasse.


- Eu também ficaria muito feliz se você fosse.


Hermione respirou pesadamente e segurou o riso que tentava a todo custo escapar dos seus lábios



Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 3

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Bells Raquel em 20/07/2012

Adorei, ele foi corajoso afinal, e essa parte do capitulo, ohhhhhhhh senti aqui a emoção dela ao ouvir o sussurro...

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Priscila Carla em 09/11/2011

ai q bonitinho

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por fabiane lopes em 29/04/2011

uiiiiiiiiiiiiiiiiii que maximo vou pirar

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 12) - Copyright 2002-2017
Contato: clique aqui

Moderadores:


Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.