FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 



(Pesquisar fics e autores/leitores)



 




 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

3. A discussão


Fic: Os sentimentos de Rony NC17 RxH - Cap final


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

A discussão





A vontade que Hermione teve foi de sair correndo atrás dos dois e impedir o que quer que Rony estivesse pensando em fazer com Lilá, mas manteve-se sentada com os olhos vidrados no buraco do retrato da mulher gorda, com o coração acelerado. Ela não era tão ingênua a ponto de não perceber as reais intenções dos dois com aquela “volta”. Não fazia sentido algum Rony e Lilá juntos, aquilo era completamente descabido!


Mais uma vez ela se interrogou inconformada:


 


“Por que Rony está agindo dessa forma? Por que está me ignorando?” Vasculhou seu cérebro novamente em busca de uma justificativa, mas realmente não encontrava nenhuma.


 


Ficou durante muito sentada na sala comunal, até ela estar completamente vazia. Rony e Lilá ainda não haviam voltado. Sentiu uma lágrima escorrer pelo rosto e se amaldiçoou por isso, a limpou com fúria e jogou o livro sobre o sofá, uma sensação de frustração tentando dominá-la. Mas ela não iria chorar por Rony, não iria. Irritada subiu para o dormitório. Ouviu quando a colega abriu a porta do quarto e foi direto para a cama.


 


......................................





No dia seguinte, quando já estavam sentados à mesa, tomando café da manhã, Lilá rompeu pela entrada do salão principal e sem nenhum constrangimento deu um beijo em Rony; não foi um beijo cinematográfico, mas também não se tratou de um simples selinho. 
Harry os olhou boquiaberto. Hermione deixou a torrada que levava a boca cair, seu coração parou e a cor em seu rosto desapareceu lentamente. Uma coisa era imaginar que aquilo havia acontecido outra era ter certeza e presenciar a cena. Ela poderia ter desmaiado ali mesmo, pois a sensação de fraqueza que sentia foi indescritivelmente avassaladora.


Rony deu de ombros e sorriu timidamente para Harry, que o olhou de forma interrogativa, esperando por uma explicação.



Hermione segurou-se o máximo que pôde, sua vontade naquele momento era sair correndo, achar um lugar qualquer, se deixar cair no chão e chorar, chorar muito. Ela estava decepcionada, triste, ferida, com ódio, e sim, com muito, mas muito ciúmes.
O que estava acontecendo? Há uma semana havia convidado Rony para ir a uma festa. Ele tinha aceitado e na ocasião parecera muito contente. Eles tinham um encontro afinal!



E agora isso? Como assim? Será que alguém poderia lhe dizer o que realmente estava acontecendo? Sua cabeça doía, ela sentia o corpo todo vacilar.  


 


Rony levantou os olhos e percebeu uma Hermione desconexa, pálida e sem nenhum brilho nos olhos. Quase sentiu arrependimento quando a fitou, mas não podia, não devia ter pena dela.


“Ela não pensou em você quando ficou com aquele búlgaro idiota.”



- Acho que andei perdendo alguns acontecimentos? - Disparou Harry sorrindo tolamente.



- Bem... eu simplesmente voltei a fazer parte do grupo, só isso. - Falou Rony com os olhos fixos em Hermione, a voz carregada de amargura.
 


- Do que você está falando Ronald? - Ela devolveu no mesmo tom, sem poder se conter mais, seu queixo tremeu brevemente e Harry pensou que ela fosse chorar.



Hermione parecia finalmente ter recobrado a fala. Encarava Rony com uma expressão dura e decidida. Ela queria entender o que aquele legume insensível estava querendo dizer. Afinal, ele a magoava e depois a olhava como se fosse ELA culpada de alguma coisa?!


 


- Acho que você sabe muito bem do que estou falando, Hermione. - Agora Rony já tinha alcançado uma coloração avermelhada no rosto e seu tom de voz estava um tom mais alto.


 


- Não, EU não sei. – Hermione bateu com força na mesa, parecendo furiosa, e sua voz embora dura ainda estava ligeiramente trêmula. Neville os olhava boquiaberto, sem entender como os dois já estavam brigando se recém tinha chegado para tomar café da manhã.


 
Desde que havia presenciado aquela cena, Hermione sentira uma vontade quase incontrolável de gritar, e essa era a oportunidade perfeita.



- Não sabia que além de tudo, você ainda era dissimulada?! - Já se podiam ver faíscas nos olhos azuis de Rony. E agora todos na mesa observavam os dois com interesse.


 


- Francamente, Ronald, não sei que "tudo" é esse de que está falando, mas não vou perder meu tempo discutindo com um trasgo inútil como você. 

Hermione levantou, deixando seu café praticamente intocado, e saiu andando furiosa, sem olhar para ninguém, tentando evitar que as lágrimas caíssem.



Quando chegou ao corredor, não pôde mais evitar, sentiu as lágrimas quentes molharem sua face e correu o mais depressa que pôde.





- Hei Rony, o que deu em você, cara? - Harry percebeu que pela proporção da discussão os amigos ficariam um bom tempo sem se falar, embora já estivessem mal se falando há quase uma semana; assim como notou que Hermione havia ficado chateada com a cena romântica entre Rony e Lilá. Não perguntaria jamais a amiga se ela era apaixonada por Rony, ainda que já tivesse notado um clima entre os dois. Tinha quase certeza de que se entenderiam na festa do Professor Slughorn, pois desconfiava que Rony alimentava o mesmo sentimento por ela, mas se viu realmente confuso quando Lilá o beijou.



- O que deu em mim?! - Ele ainda tinha o tom de voz bastante alterado. 
- O que deu nela, isso sim!


 


- Cara, fala baixo, está todo mundo olhando. – alertou Harry notando que os colegas ainda olhavam para Rony, enquanto cochichavam uns com os outros. - Acho que não deveria ter chamado a Hermione de dissimulada. Se a conheço bem, não vai te desculpar tão cedo pela ofensa.
 


- Por quê? Ela é dissimulada mesmo. Só falei a verdade. – disse magoado, mas num tom de voz mais baixo.


 


- Não entendo por que está falando isso. E também não entendo por que vem tratando ela desse jeito. Eu sinceramente não entendo vocês dois. São dois tapados. - Harry proferiu as últimas palavras num tom bastante impaciente.


 


Rony não retrucou nem questionou por que eles eram dois tapados, apenas deu de ombros e continuou emburrado, sem tocar nos ovos mexidos que tinha no prato.


 
Não diria de maneira nenhuma a Harry que estava tratando Hermione daquele jeito porque estava se corroendo de ciúmes porque ela havia beijo Krum há dois anos. 

 

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 3

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Bells Raquel em 20/07/2012

ciúmes, ciúmes, ciúmes...oh idade dificil essa!!!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Ananda Esvael em 27/07/2011

Ownt *-*

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por fabiane lopes em 29/04/2011

que coisa fofa esses dois!!!!!

mais vivem brigando eles tem que se entender ne linda !!!!!

bjos ta lindo amei

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 12) - Copyright 2002-2017
Contato: clique aqui

Moderadores:


Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.